Foto: às vésperas da decisão sobre adoção da proteção de cabeça na F1, Räikkönen testa modelo ‘Halo’ em Barcelona

Uma surpresa chamou a atenção de todo mundo que estava atento ao início do dia de teste coletivo nesta quinta-feira (3) em Barcelona. Kimi Räikkönen recebeu da Ferrari a incumbência de ser o primeiro piloto da F1 a andar com o modelo Halo, favorito da FIA para se tornar a primeira proteção de cabeça

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A quinta-feira (3), sétimo dia de testes coletivos de pré-temporada em Barcelona, marcou a primeira vez que um piloto da F1 andou com as novas proteções de cabeça que a FIA pretende adotar a partir da temporada 2017. O trabalho foi feito pela Ferrari no início da manhã para que Kimi Räikkönen desse duas voltas protegido pelo 'Halo'.
 
De forma inesperada, já que ninguém esperava ver o Halo em ação por enquanto, Räikkönen apareceu com ele no #7. A proteção tem uma coluna única fixada bem à frente da cabeça do piloto e mais grossa do que se mostrava aparentemente nas simulações. O Halo é preso por duas hastes nas laterais do carro e a parte de cima funciona como uma auréola.
Olha o Halo aí (Foto: Reprodução/Twitter)
O Halo é a alternativa possível para o momento, embora encontre seus opositorescomo Lucas Di Grassi, por exemplo. Além da FIA e das equipes, a proposta também tem o apoio da Associação de Pilotos da F1. O presidente da GPDA, Alex Wurz, já se manifestou várias vezes a favor do Halo.
 
"Talvez no futuro nós passemos para o cockpit fechado, tipo jatos, mas é muito pesado no momento, muito caro também. Precisa de mais tempo para ser instalado. Talvez isso aconteça por causa de outros aspectos interessantes, mas os especialistas e pilotos concordam que o Halo precisa entrar na jogada. Esperamos que todos os diretores concordem e que seja apenas uma formalidade na sexta-feira", disse ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
PRIMEIRA IMPRESSÃO

Halo até pode ser seguro. Mas é simplesmente horrível

Fora do carro o Halo é assim (Foto: Sky Sports)
"Há muitas coisas a discutir, e uma delas é a proteção ao impacto frontal da cabeça. Mas eles precisam estar bem informados da pesquisa que foi feita. Está na discussão de segurança, então, ao menos em teoria, a FIA poderia decidir sozinha, mas necessita de uma mudança estrutural aos chassis. Claro que é algo de compete a todo mundo envolvido", encerrou.
 
A referência de Wurz à próxima sexta-feira é por conta da reunião do Conselho Mundial de Automobilismo, que vai definir se a proteção passa ou não a ser oficial em 2017. Mesmo sem a Ferrari usar todas as mudanças necessárias ao chassi para a adoção do Halo, a opinião de Räikkönen certamente será fundamental na decisão que vem por aí.

Após as primeiras voltas de instalação, a Ferrari, por meio de um porta-voz, afirmou que o objetivo do teste com o ‘halo’ foi avaliar a visibilidade. De acordo com Raikkonen, “não é tão ruim”. O modelo, ainda segundo a equipe italiana, foi feito em fibra de carbono.

Você sabe o que é o GRANDE PREMIUM? É o novo jeito de se consumir esporte a motor no Brasil. Acesse e FAÇA PARTE JÁ.

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

A Ferrari foi à pista com a proteção do cockpit que pretendem usar em 2017 (deusdocéu, que coisa…

Publicado por Grande Prêmio em Quinta, 3 de março de 2016

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;

google_ad_slot = “8352893793”;

google_ad_width = 300;

google_ad_height = 250;

VEJA A EDIÇÃO #18 DO PADDOCK GP, QUE TRAZ BATTISTUZZI, ABORDA F1, INDY E STOCK CAR

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth

document.MAX_ct0 = '';

var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');

var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);

document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube