GP às 10: Russell foi escroto e precisa abaixar a bola, mas merece alguma defesa

Ainda na rebarba do GP da Emília-Romanha, Flavio Gomes dá sua opinião sobre o acidente entre George Russell e Valtteri Bottas em Ímola

A pancada entre Russell e Bottas após o piloto da Williams tocar a grama

É a vez de Flavio Gomes aproveitar o GP às 10 para falar de George Russell e da confusão da metade do GP da Emília-Romanha do último fim de semana. O jornalista destaca tudo o que influenciou no acidente com Valtteri Bottas e o que veio depois. Onde dá para defender o piloto inglês e onde ele é indefensável?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Hamilton elogia Russell por se desculpar com Bottas: “Força vem da vulnerabilidade”

Russell foi, sim, bobalhão e mal-educado no após, especialmente na hora de dar declarações culpando o rival. Pegou mal especialmente após o ato de cabeça quente no momento do acidente: ir tirar satisfação e dar tapinha na cabeça já poderia ser o suficiente para a irritação da batida.

Do ponto de vista técnico, Gomes também enxerga George como o culpado. Afinal, era ele quem vinha na perseguição e tirou o carro do trilho seco e asfaltado na tentativa de ultrapassar em trecho bastante estreito e veloz da pista de Ímola. Um acidente de corridas, sem que ninguém merecesse punição, mas o risco quem assumiu foi ele.

Por fim, porém, coloca as questões que aplacam os pecados de Russell no incidente. Uma delas é tentar ultrapassar, algo que ele fez de maneira limpa, ainda que arriscada. Sobretudo porque Bottas é sabidamente um rival pelo futuro da Mercedes. Até o tapinha na cabeça do finlandês pode ser desculpada tranquilamente pela irritação do momento.

No geral, Flavio Gomes acha que o tremendamente talentoso George Russell tem que abaixar a bolinha.

ASSISTA E COMENTE O GP ÀS 10 DE HOJE:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar