GP às 10: Prévia do GP de Portugal de Fórmula 1: em que ficar de olho?

A Fórmula 1 vai desembarcar neste fim de semana em Portugal, palco da terceira etapa da temporada 2021. Mais um round na briga Lewis Hamilton e Max Verstappen, que estão separados por apenas um ponto na tabela. O GP às 10 discute as razões para não perder a etapa em Portimão

Volta em Mônaco com Hesketh 308 guiada por Jean-Denis Delétraz (Vídeo: Reprodução)

Depois de duas corridas agitadas, no Bahrein e em Ímola, a Fórmula 1 vai a Portugal para a terceira etapa da temporada 2021. O seletivo circuito de Portimão volta ao calendário graças à ausência de novo do GP da China, devido ainda à pandemia. Assim, o traçado português, que caiu nas graças do público, vai sediar também o novo embate entre Lewis Hamilton e Max Verstappen. Até o momento, cada um venceu uma prova, mas a tabela de pontos tem o inglês em vantagem, o placar está 44 a 43.

A classificação é um reflexo do equilíbrio entre Mercedes e Red Bull. Mas o clima no Algarve tende a ser uma vantagem dos alemães, uma vez que o W12 gosta mais de temperaturas mais amenas. De acordo com os serviços meteorológicos, o clima deve variar entre 10ºC e 21ºC, céu encoberto e pouca chance de chuva.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN;
Lewis Hamilton e Max Verstappen são os dois grandes protagonistas da temporada 2021 (Foto: Mercedes)

Ainda, por conta do asfalto de Portimão, a Pirelli levou a gama mais dura de pneus, sendo o C1, C2 e C3. No ano passado, houve uma alocação de pneus específica para Portugal com um conjunto extra de pneus duros e menos um conjunto de macios. Este ano, as equipes vão receber escolha padrão utilizada em toda a temporada: oito macios, três médios e dois duros.

Dentro desse cenário de briga tão parelha, Sergio Pérez e Valtteri Bottas terão um papel decisivo e terão de apagar os resultados ruins de Ímola, sobretudo o finlandês. No pelotão intermediário, espera-se mais uma vez uma disputa apertada entre McLaren, Ferrari e AlphaTauri.

A corrida em Portugal de 2020 foi vencida com uma estratégia de parada única utilizando pneus médios e duros, dando a Hamilton sua 92ª vitória na carreira, batendo o recorde de Michael Schumacher. E o desgaste dos pneus foi suficientemente baixo para permitir que Esteban Ocon completasse 53 voltas com o pneu médio.

Assista já ao GP às 10 desta quinta-feira:

LEIA TAMBÉM
+F1 cancela GP do Canadá e retorna à Turquia para manter calendário de 23 corridas
+Hamilton ou Schumacher: Eduardo Benvenuti diz quem foi o maior na F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar