GP de São Paulo abre último lote de ingressos com opções para todos os setores

Confirmado para o fim de semana entre 12 e 14 de novembro, o GP de São Paulo de Fórmula 1 abriu nesta sexta-feira as vendas do último lote de ingressos para a corrida

Vettel precisou ser bombeiro durante o TL1 e se irritou com os problemas (Vídeo: Reprodução/F1 TV)

Falta cada vez menos. Dentro de pouco mais de dois meses, a Fórmula 1 estará de volta ao Brasil para acelerar em Interlagos, palco do novo GP de São Paulo, marcado para o fim de semana entre 12 e 14 de novembro. A organização da prova, que tem no comando o novo promotor, Alan Adler, abriu nesta sexta-feira (3) o último lote de ingressos, com opções para todos os setores de arquibancadas em Interlagos, inclusive com as duas novidades: os setores D, no S do Senna, e o V, instalado na Reta Oposta do circuito paulistano.

A venda dos ingressos para o GP de São Paulo de Fórmula 1 é feita pela empresa designada pela organização oficial do evento: a Eventim. Por meio do site eventim.com.br/f1saopaulo, o espectador tem acesso aos ingressos sem a necessidade de realizar um pré-cadastramento.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Estão disponíveis para venda os últimos lotes de ingressos para o GP de São Paulo (Foto: Fernando Silva/Grande Prêmio)

A organização do evento ressalta: como nas demais etapas de comercialização dos ingressos, a expectativa é que se esgotem rapidamente.

O GP de São Paulo reforça que a ampliação na venda dos ingressos só é possível em razão da ampliação da vacinação contra a Covid-19 no Estado de São Paulo e também da consequente redução dos casos, internações e dos óbitos decorrentes do novo coronavírus.

Os valores variam conforme o setor de arquibancadas ao longo do autódromo de Interlagos. O ingresso mais barato, válido sempre para os três dias de atividades de pista, é de R$ 650,00 para o famoso Setor G, na Reta Oposta, com R$ 325,00 para meia-entrada. Ainda quanto às arquibancadas, o setor mais caro é o B, no valor de R$ 3.280,00, somente com vendas para valor cheio.

Felipe Giaffone é o convidado especial do Paddockast #119, que discute: o que mudar para evitar uma não-corrida? Ouça!

Já nas áreas Vip, a organização do GP de São Paulo disponibiliza ingressos para a Orange Tree Club a R$ 5.3000,00 o ingresso, enquanto o Grand Prix VIP Louge custa R$ 12.800,00, sempre com valores cheios, sem a disponibilização de meia-entrada.

Em coletiva de imprensa para promover e anunciar diretrizes para o GP de São Paulo, o governo do estado determinou que o acesso às dependências do autódromo de Interlagos será limitado a quem estiver vacinado com as duas doses da vacina contra a Covid-19.

O GP de São Paulo, além da mudança no nome, traz outra novidade: isso porque a etapa brasileira do Mundial de Fórmula 1 vai ser palco da terceira Sprint Qualifying, ou corrida de classificação, nesta temporada. A prova mais curta, de 100 km, que vai definir o grid para domingo, está marcada para o sábado em Interlagos.

O GP de São Paulo vai representar a 19ª etapa da temporada 2021 do Mundial de Fórmula 1.

TUDO SOBRE OS TREINOS LIVRES DO GP DA HOLANDA DE F1 | BRIEFING

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar