GP de São Paulo abre novo lote de ingressos e espera até 100% da capacidade de Interlagos

João Doria, governador de São Paulo, anunciou em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (16) que a organização da prova vai disponibilizar um novo lote de ingressos. Até agora, segundo Alan Adler, promotor do GP de São Paulo, foram vendidos cerca de 28 mil entradas

Pedro Henrique Marum refletiu sobre o 2021 de Daniel Ricciardo no GP às 10

Há a possibilidade de o GP de São Paulo de Fórmula 1 ter 100% da capacidade de público em Interlagos. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (16), o governador do estado, João Doria (PSDB), anunciou que um novo lote de ingressos será disponibilizado ao público a partir de 27 de agosto. No momento, de acordo com Alan Adler, promotor do novo GP de São Paulo, foram disponibilizadas 40 mil entradas e, dentre as vendidas, cerca de 28 mil entradas.

Será obrigatório uso de máscara a todos os envolvidos, de funcionários e profissionais credenciados pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) bem como o público em geral. Também será feita a medição de temperatura para os presentes, informou Doria. Mesmo com campanha de vacinação avançada em São Paulo, o plano é manter protocolos para evitar novos surtos de Covid-19.

Sobre a obrigatoriedade de apresentação de comprovante da segunda dose de vacinação contra o novo coronavírus ou teste negativo 48 horas antes do evento, tais protocolos estão em avaliação segundo informa o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn.

LEIA TAMBÉM
+EXCLUSIVO: Promotor aposta em vacinação para tornar GP de São Paulo de F1 “símbolo da retomada”
+

GP do Brasil não foi disputado em 2020 em razão da pandemia. Em 2021, volta como GP de São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter/@F1)

Doria, que abriu a coletiva de imprensa ao lado do prefeito Ricardo Nunes, Alan Adler e demais autoridades do primeiro escalão do governo paulista, também falou sobre a data do GP de São Paulo. O evento, por enquanto, continua marcado para os dias 5 a 7 de novembro, mas o governador ressaltou a possibilidade de realização uma semana depois, entre 12 e 14 do 11º mês. “Teremos em breve uma posição definitiva”. O prazo mencionado por São Paulo é 26 de agosto.

“A gente tem de agradecer por Interlagos ser uma das três escolhidas para a Sprint Race”, comentou Alan Adler, promotor do GP de São Paulo. “Sobre a data, o governador fez um pedido, vamos levar adiante para ver se é possível estender em uma semana a data do GP. A F1 vai avaliar com todo o carinho. Vamos reabrir as vendas para pelo menos mais 20 mil ingressos”, comentou.

Adler estimou em 50% a possibilidade de uma mudança de data. Doria assinou embaixo, ressaltando confiança total de que o evento será de fato realizado em 2021 após o cancelamento no ano passado em razão da pandemia.

“Não há a possibilidade [de cancelamento], só se houver uma situação catastrófica”, falou Doria. “Não há essa expectativa. Falei, inclusive, com o diretor da F1 [Stefano Domenicali]. Não há nenhuma possibilidade. Só se houver uma situação inesperada em todos os sentidos. Estamos muito tranquilos em relação à realização da F1. Fica só a confirmação quanto à data. Por enquanto, é 7 de novembro”, comentou.

O adiamento em uma semana ainda não foi confirmado pela Fórmula 1. Entretanto, o GRANDE PRÊMIO pode afirmar que as atividades em Interlagos serão de fato realizadas entre os dias 12 e 14 de novembro. A metade final do calendário de 2021 segue em ebulição, com uma série de datas e corridas sendo revistas no contexto da Covid-19.

O GP de São Paulo é um dos 30 eventos promovidos pelo governo paulista para retomar a presença de público em eventos. A ideia é usar a campanha avançada de vacinação contra Covid-19 para começar um retorno à “normalidade” ainda em 2021.

João Doria falou sobre o GP de São Paulo (Foto: Rodrigo Berton/GRANDE PRÊMIO)

João Doria cutuca Jair Bolsonaro: “Disse que perderíamos o GP”

A entrevista coletiva serviu para João Doria (PSDB) cutucar Jair Bolsonaro (sem partido). O governador de São Paulo retomou uma rivalidade que vem desde 2019, quando o presidente afirmou que o GP de Fórmula 1 passaria a ser realizado no Rio de Janeiro, em Deodoro. O autódromo carioca nunca saiu do papel, abrindo caminho para uma alfinetada do tucano.

“Bolsonaro disse que o GP do Brasil vai sair de São Paulo, vai para o Rio de Janeiro, 99,9% de chance”, recordou Doria. “Quase que batia com orgulho dizendo que nós perderíamos o GP de São Paulo. O senhor é nosso convidado para vir – pode até vir de motocicleta -, desde que o senhor use máscara, passe álcool em gel na sua mão e tire a temperatura. O senhor será bem-vindo. E esteja vacinado também”, seguiu.

Doria, que travou disputa com Bolsonaro a respeito de quem teria vacinas mais rapidamente – se o governo federal ou o paulista –, frisou confiança de que a campanha estadual seguirá avançando rapidamente.

“Até o fim de outubro, toda a população de São Paulo vai estar com as duas doses de vacina no braço, independentemente de Queiroga, Peiroga, governo negacionista e que não entrega vacina, vamos vacinar todas as pessoas com as duas doses em outubro”, comentou, fazendo referências ao governo Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar