Gutiérrez se diz consciente de que vaga na Haas agora pode render no futuro chance de virar titular da Ferrari

Esteban Gutiérrez sabe que a vaga de titular na Haas também pode lhe render um emprego ainda melhor no futuro, ligado à Ferrari, onde hoje atua como piloto de testes e reserva. A confirmação da contratação do mexicano foi feita na noite desta sexta-feira (30) no México

Esteban Gutiérrez se disse consciente de que a chance da Haas agora pode também levá-lo a um posto de titular na Ferrari no futuro. O jovem mexicano foi finalmente confirmado como companheiro de Romain Grosjean para integrar a equipe norte-americana que estreia na F1 em 2016, em um dos segredos mais mal aguardos do Mundial nos últimos tempos. O anúncio aconteceu na noite desta sexta-feira (30) no México, onde o Mundial está para a 17ª etapa da temporada. 
 
Depois de perder a vaga de titular na Sauber no ano passado, Gutiérrez ganhou a chance de continuar na F1 por meio do cargo de piloto reserva e de testes da Ferrari. E a parceira técnica entre a esquadra italiana e a Haas teve grande peso na contratação do piloto, além dos patrocínios pessoais do jovem.
Esteban Gutiérrez e Gene Haas: piloto e chefe na temporada 2016 (Foto: Reprodução)
"Vai ser uma temporada emocionante e, sim, essa chance pode, de forma natural, me proporcionar muitas oportunidades no futuro", afirmou Gutiérrez aos jornalistas. "Antes de tudo, eu vou me concentrar em realmente alcançar o que queremos nessa primeira temporada e, depois, veremos o que acontece na próxima", completou.
 
"Mas acho que vamos ter um relacionamento muito bom e duradouro aqui. O que vem por aí para mim é algo incrível e minha posição agora é realmente muito boa para conseguir coisas grandes", acrescentou o piloto de 24 anos.
 
Gutiérrez viveu dois anos bem complicados na Sauber entre 2013 e 2014 e, uma vez preterido, foi ser reserva na Ferrari. A chance no time italiano, segundo o mexicano, tem sido muito valiosa, especialmente por conta da convivência com os dois campeões da escudeira, Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. "Se eu for listar todas as coisas que aprendi, ficaríamos ainda por um longo tempo aqui."
 
"Ter tempo de perceber a formam como eles trabalham e como são diferentes, dois campeões mundiais, pilotos de sucesso, me permite aprender coisas novas todos os dias. Eu pego tudo que é bom e espero poder usar para minha própria experiência", contou.
 
O mexicano também disse que vai levar o máximo de conhecimento técnico para Haas, em particular sobre o motor e transmissão. "Tenho uma experiência de dois anos na F1, sei como uma equipe funciona. E este ano tem sido significativo para a Ferrari, aprendi muito, vi desenvolvimento do motor, da transmissão do carro em termos gerais. E como nós teremos o motor e a transmissão da Ferrari, a informação que tenho será também valiosa para a Haas", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube