Hamilton condena postura de Vettel e dá recado: “Se ele quer provar que é macho, que mostre fora do carro”

O clima entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel incinerou após o GP do Azerbaijão. Os líderes do campeonato se estranharam na pista e levaram o desconforto para fora dela. Hamilton, entre uma ofensa e reclamações com a direção de prova, chamou o rival para a briga

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O clima entre os dois líderes do Mundial de F1 e candidatos ao título da temporada 2017 esquentou. Um incidente durante uma intervenção do safety-car no GP do Azerbaijão deste domingo (25) provocou uma crise diplomática entre Lewis Hamilton e Sebastian Vettel. E a prova terminou com Lewis chamando o rival para a briga. Briga mesmo, o popular 'cinco minutinhos'

 
"Se ele quer provar que é macho, que mostre fora do carro", foi exatamente o que disse Hamilton logo após saltar do carro. Em seguida, completou ao chamar o tetracampeão de "desgraçado" e dizer que "foi uma direção nojenta". Os dois eram primeiro e segundo colocados no momento do desentendimento, mas acabaram Hamilton em quinto, Vettel em quarto.
 
Tudo aconteceu quando Lewis freou fora demais dos padrões, numa espécie de 'brake test'. Atrás e sem tempo de tirar o pé, Vettel deu um toque com o bico na Ferrari na traseira da Mercedes. Irritado, Vettel emparelhou ao lado de Hamilton e jogou o #5 contra o #44 deliberadamente. Acabou punido com um stop & go de 10s. Hamilton não foi punido, mas precisou fazer um pit-stop extra por conta do encosto de cabeça de seu carro, que se soltou no meio da disputa pela vitória. 
 
Um pouco depois, em entrevista para a rede de TV inglesa Sky Sports, Hamilton se conteve um pouco mais. "Não me importo [com o incidente com Vettel]. Aconteceu e passou, e temos que seguir em frente. Acho que não é a conduta de um piloto. É direção perigosa, e tomar [apenas] 10s por isso… Não preciso dizer mais nada", seguiu, indicando irritação com a punição branda da direção de prova.
Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)
Lewis se recuperou, apesar de voltar atrás de Vettel. O quinto posto acabou sendo lucro. "Estou bem, apenas ansioso para chegar em casa. Foi um bom fim de semana e ainda fizemos alguns pontos, o que é fundamental. Pra frente e avante", disse o piloto da Mercedes. Vettel também deu seu recado e disse que "a F1 é para adultos".
 
A diferença entre os dois na classificação do campeonato agora é de 14 pontos em favor de Sebastian.

A temporada da F1 volta em duas semanas, 9 de julho, com o GP da Áustria. No ano passado, Lewis Hamilton foi quem ficou com a vitória. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:

0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe,
.embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;

top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube