Hamilton diz que é “surpreendente” se ver perto da Ferrari em Monza

Lewis Hamilton fechou a sexta-feira de treinos livres do GP da Itália muito surpreso por ter conseguido um tempo muito próximo à marca estabelecida por Charles Leclerc, que obteve a volta mais rápida do dia em Monza. Mesmo assim, o pentacampeão segue com os pés no chão para a sequência do fim de semana

Quem esperava ver a Ferrari nadando de braçada desde o início dos trabalhos do fim de semana do GP da Itália certamente ficou surpreso com a performance de Lewis Hamilton nesta sexta-feira (6) em Monza. O próprio pentacampeão revelou ter se surpreendido por ter andado tão perto do melhor tempo do dia, estabelecido por Charles Leclerc. Hamilton virou apenas 0s068 mais lento no segundo treino livre no circuito italiano.
 
O britânico contou, em entrevista coletiva, as impressões que teve depois dos trabalhos desta sexta-feira em Monza. 
 
“Definitivamente, é surpreendente. Honestamente, não sabia o que esperar neste fim de semana. Esperávamos que eles fossem rápidos nas retas, e eles são, mas há curvas suficientes nas quais podemos nos recuperar. Eles não são tão rápidos assim nas curvas, então isso meio que equilibra as coisas”, explicou.
Lewis Hamilton foi bem nesta sexta-feira de treinos em Monza (Foto: AFP)

“Ainda acho que vai ser uma corrida muito difícil, mas estamos em um nível muito parecido, o que é bom”, destacou o pentacampeão.

 
O primeiro treino livre do dia foi marcado pela chuva, sobretudo nos primeiros minutos. Há previsão de mais chuva também para domingo, mas Hamilton negou que a Mercedes tenha trabalhado para desenvolver um acerto específico para o molhado.
 
“Na verdade, não nos preparamos para a chuva no sentido de desenvolver um acerto para a chuva. Nos preparamos para tentar deixar o carro o mais rápido possível em uma volta lançada, e então lidar com isso quando chover”, disse.
 
“Então, neste momento, simplesmente precisamos analisar os dados, fazer um pente fino, tentar e ver onde podemos melhorar, onde eu posso melhorar como piloto. Se houver alguma performance, seja em pontos de mudança de marcha, nos pontos de frenagem, usar ou não as zebras e também o acerto para que a gente possa tirar um pouco mais de ‘suco’ do carro”, finalizou o líder do campeonato.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP da Itália de F1. Siga tudo aqui.

Paddockast #32
AS PISTAS MAIS PERIGOSAS DO MUNDO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube