Hamilton explica ausência na manifestação antirracista em Monza: “Atrasei”

Lewis Hamilton contou que uma confusão em relação ao tempo e a distância da garagem ao grid o fez perder a manifestação antirracista dos pilotos antes do GP da Itália

O protesto antirracista da Fórmula 1, realizado antes das corridas, teve ausências importantes no GP da Itália, disputado no último domingo (6). Lewis Hamilton, único piloto preto do grid, e Sebastian Vettel não foram vistos na manifestação que aconteceu minutos antes da prova em Monza.

Voz ativa contra o racismo e idealizador da demonstração, Hamilton explicou que uma confusão em relação ao tempo o fez perder o momento de se manifestar antes da prova.

“Foi coisa de tempo. Minha garagem era a mais distante, peguei a scooter e me atrasei. Achei que sairia para voltar a tempo, geralmente sou orientado sobre quando devo sair”, disse o hexacampeão ao site da revista Autosport.

O hexacampeão Hamilton parabeniza Gasly e Sainz pelo pódio em Monza (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Eu saí quando me disseram para deixar a garagem, mas na hora que voltei, todo mundo já tinha se ajoelhado. Eu perdi, mas não é o fim do mundo. Pude ver que o meu time continuou ajoelhando, o que é ótimo. Vamos tentar lidar com o tempo melhor na próxima vez”, continuou.

A Fórmula 1 adicionou 10 minutos ao tempo do pré-corrida, a partir do GP da Inglaterra, para as manifestações antirracistas dos pilotos. A medida veio após críticas de pilotos, incluindo Hamilton, pedindo melhor organização. Como nas oportunidades anteriores, Max Verstappen, Charles Leclerc, Carlos Sainz, Kimi Räikkönen, Antonio Giovinazzi, Daniil Kvyat e Kevin Magnussen seguiram de pé e não ajoelharam.

Líder do Mundial, Lewis Hamilton foi o sétimo colocado no GP da Itália. O piloto liderou a primeira metade da corrida, mas recebeu uma punição por entrar no pit-lane quando estava fechado e caiu para o último lugar, de onde iniciou a recuperação nas voltas finais.

LEIA MAIS:

+Paddock GP #213 disseca vitória de Gasly em Monza e novo fracasso da Ferrari
+GP às 10: Virada incrível de Gasly no GP da Itália é vitória do esporte e da Fórmula 1
+Após 1ª vitória, Gasly se vê pronto para voltar à Red Bull e fala em “recompensa”

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube