Hamilton larga fora da pole pela primeira vez na temporada e diz que “não dá para acertar sempre”

Em primeiro ato por duas semanas onde não dominou, Lewis Hamilton termina atrás de Nico Rosberg e afirma que não tem tanta preocupação com gasto de combustível

O sábado no Bahrein marcou a volta de Nico Rosberg à frente da disputa na Mercedes. Após dominar na Malásia, com pole, vitória e volta mais rápida, e começar superior nos treinos livres no circuito de Sakhir, Lewis Hamilton acabou levando a pior na classificação, terminando com a segunda colocação.
 
As Mercedes não rodaram na frente no Q1, quando fizeram uma boa volta e regressaram aos boxes para poupar compostos macios, mas a partir do Q2 voltaram a dominar, como já tem sido de costume. No Q3, Rosberg acertou uma grande volta, e Hamilton acabou errando em sua última tentativa.
Lewis Hamilton vai sair fora da pole-position pela primeira vez na temporada (Foto: Beto Issa)
"Não, para ser honesto não estou", disse ao site da ESPN britânica quando perguntado se estava decepcionado pelo desempenho. "Não dá para acertar sempre. Parabéns ao Nico, ele vem melhorando e acertando seu ritmo, conseguiu uma volta excelente no final. Obviamente eu errei na volta e aí acabei desistindo, mas no geral estou feliz. Fico muito orgulhoso do time por continuar progredindo", falou.
 
Pelo paddock há grande preocupação com o consumo de combustível na corrida, pois o GP do Bahrein tem a fama de exigir muito dos carros nesse quesito. Apesar do limite aplicado desde o começo da temporada, o britânico não se mostro preocupado com o assunto.
 
"Não é pior que no passado, eu acho. Estão enfatizando muito, mas acredito devemos estar ok amanhã", afirmou.

O GP Bahrein dá a largada neste às 12 horas deste domingo, e o GRANDE PRÊMIO acompanha em tempo real.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube