Hamilton “não está totalmente feliz” com contrato de 1 ano com Mercedes, diz ex-piloto

Segundo Johnny Herbert, ex-piloto e comentarista da Sky Sports, Lewis Hamilton está descontente com o contrato firmado com a Mercedes. Herbert também falou sobre a motivação do multicampeão

O novo contrato entre a Mercedes e Lewis Hamilton demorou a sair e só foi oficializado no início de fevereiro deste ano. E surpreendeu por ser um acordo de apenas uma temporada. Agora, passada a primeira etapa de 2021, Johnny Herbert, ex-piloto e comentarista da Sky Sports F1, na Inglaterra, traz a informação de que o heptacampeão não está satisfeito com o atual documento firmado com os alemães.

Segundo Herbert, o contrato de um ano, que paga cerca de 40 milhões de libras anuais a Hamilton, cerca de R$ 258 milhões, não agrada ao britânico. “Eu ouvi que ele [Hamilton] não está completamente feliz com a situação do contrato. Eu espero que ele não pare, pois ainda tem muito para dar à Fórmula 1. Sabemos como ele é importante para o crescimento global do esporte em muitos lugares”, afirmou.

“A motivação sempre foi fundamental. Ayrton [Senna] sempre disse que a motivação era o que o fazia voltar ano após ano, para motivá-lo a sempre ser melhor. E eu acho que é o mesmo com Lewis. Se você obtém um sucesso como este, então, você precisará de motivação.Se Max e a Red Bull conseguirem desafiá-lo durante toda a temporada, ele irá adorar esse desafio”, afirmou Herbert em entrevista ao site Motorsport-total.com.

LEWIS HAMILTON; FÓRMULA 1; GP DO BAHREIN; F1; MERCEDES;
Lewis Hamilton festeja vitória incrível no Bahrein (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Vale lembrar que, ao contrário dos últimos anos, em 2021, a Red Bull pinta como grande desafiante da Mercedes, tendo Max Verstappen como o grande adversário do britânico. Essa possa ser a grande motivação para que o britânica siga no Mundial além deste ano.

O ex-piloto ainda relembrou os rumores de que a Mercedes, em si, pode deixar a Fórmula 1 e que Hamilton seria objeto de desejo de outras equipes, mesmo assim. “‘Quem não gostaria de ter Lewis em seu carro?’ No fim do ano, isso dará a oportunidade para todos verem como as coisas realmente são, onde exatamente a Mercedes estará. Sempre ouvimos rumores de que eles poderiam deixar o esporte. Mas acho que não é o caso, certamente. Mas pode acontecer”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

+Como a Mercedes enganou a Red Bull no GP do Bahrein | Paddockast #97
+Mercedes identifica desvantagem, mas descarta mudar conceito por mais downforce

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube