Hamilton não vê tempo suficiente para bater recorde de Schumacher, mas tem meta: os cinco títulos de Fangio

Lewis Hamilton revelou que não tem interesse em bater o recorde de títulos de Michael Schumacher na F1 e acha que nem terá tempo suficiente para isso. O inglês voltou a falar sobre uma possível aposentadoria e se vê no Mundial pelo menos por mais dois anos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Prestes a receber o troféu de campeão da F1 – o quarto de sua vitoriosa carreira no esporte -, Lewis Hamilton afirmou que não acredita que vai permanecer tempo o suficiente no Mundial para vencer o recorde de sete títulos de Michael Schumacher. E que sequer tem vontade de atingir o número. Lewis se tornou tetracampeão neste ano, depois de uma dura batalha contra Sebastian Vettel e, em 2018, parte em busca da quinta taça, o que o colocaria em igualdade com outro ícone do esporte, Juan Manuel Fangio.

 
Ao ser questionado sobre a possibilidade de perseguir a partir de agora a marca estabelecida por Schumacher, Hamilton respondeu: "No momento, não vejo isso. Mais quatro títulos… Levei dez anos para conquistar esses quatro tenho."
 
"Também não tenho interesse em bater esse recorde. Mas atingir os títulos de Fangio seria legal", completou o inglês. O argentino ganhou cinco Mundiais nos anos de 1950 e está só atrás do alemão. 
Lewis Hamilton vai se contentar se atingir o número de títulos de Fangio (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
"Sendo que vou estar aqui por pelo menos mais dois anos, esse é o meu objetivo de tentar e, ao menos, conseguir", acrescentou Lewis, que já conversa com a Mercedes para uma renovação de seu contrato. "No fim, quando estiver mais velho e olhar para trás, não acho que a quantidade de títulos vai definir que tipo de piloto eu fui ou que tipo de pessoa eu sou", emendou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Como eu trabalho com a equipe, como eu piloto o carro e sempre tento extrair o máximo, acho que é isso que sinto e é o que me define. Quando eu era jovem, pensava que já teria uma família com 28 anos. Mas quando cheguei nessa idade, tudo era diferente. Então, é difícil dizer nunca vou fazer isso ou aquilo. Talvez eu alguns anos eu diga: 'Acho que posso ficar mais dez anos'. Mas realmente espero que isso não aconteça", brincou.
 
A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) realiza nesta noite de sexta-feira (8) a festa de premiação de todas as categorias que regulamenta, incluindo a F1.
FALTA DE HONESTIDADE

PERDA DE ETAPA DA FÓRMULA E É DESASTROSA PARA SÃO PAULO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube