Hamilton nega que safety-car tenha mudado resultado no GP da Inglaterra

Lewis Hamilton até pode ter se beneficiado com o safety-car, mas quer os méritos pela vitória. O britânico cita ritmo forte contra Valtteri Botas e sente que seria vencedor na Inglaterra mesmo sem Antonio Giovinazzi atolando na brita

Lewis Hamilton venceria com ou sem safety-car no GP da Inglaterra desse fim de semana. Quem diz isso é o próprio Hamilton: o britânico sente que tinha ritmo suficiente para, em uma estratégia de uma só parada, neutralizar a ofensiva de Valtteri Bottas, que apostava em duas em Silverstone.
 
Isso porque Hamilton sente que já estava fazendo parte do serviço nas voltas anteriores à rodada de Antonio Giovinazzi e ao carro de segurança. Lewis afirma que seria capaz de ficar próximo de Bottas na maior parte do tempo, mesmo que fosse necessário lutar contra pneus mais gastos para tal.
 
“Eu ia fazer uma parada só e o Valtteri [Bottas] ia para duas, então isso [o safety-car] não ia fazer diferença alguma”, disse Hamilton. “Quando ele parou na volta 16, meu plano era ir tão longe quanto possível. Fui quatro voltas além, algo assim, e poderia ter feito mais uma duas. Ele não estava me alcançando. Ele deveria, mas não estava. A diferença estava mais ou menos a mesma”, seguiu.
Mercedes_LewisHamilton_21_II.jpg" title="Lewis Hamilton (Foto: AFP)" />
Lewis Hamilton venceria com ou sem safety-car, diz o próprio (Foto: AFP)

“Se eu tivesse feito outra volta, provavelmente [a diferença] chegaria a 2s5. Eu sairia dos boxes com pneus duros novos e poderia só ficar atrás dele se quisesse, e aí ele teria que parar. Então eu ainda teria uma vantagem de 21s. Não fez diferença. Mesmo estando atrás, óbvio que queria passar, mas eu não precisava”, avaliou.

 
Toto Wolff, chefe de equipe, já disse não ter certeza se a Mercedes acertou ao dar estratégias diferentes aos pilotos, citando um possível “favorecimento inconsciente”. Hamilton conta outra história: a equipe alemã não tinha certeza de que a estratégia de uma parada era possível, com Lewis arriscando.
 
“Não foi algo que concordamos, só disseram que [as estratégias] podiam ser assim. Eu olhei para as opções e é claro que eu queria algo diferente. Quando o Bono [engenheiro de Hamilton] veio no rádio e perguntou qual pneu eu queria, eu disse que queria o duro. A gente sabia que dava para fazer uma parada só? Não, na verdade. Só que assim que eu me acertei, fiquei forte e não parecia que [o pneu] ia piorar tão cedo. Aí decidimos ficar na pista”, encerrou.

A vitória teve gosto muito especial para Hamilton. Foi a sexta em casa, na Inglaterra, o que representa um novo recorde.
 

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube