F1

Hamilton retruca análise de Rosberg e diz: “Não teve o mesmo sucesso que eu”

O comentário de Nico Rosberg, que vê Max Verstappen já como melhor piloto da F1, não foi bem recebido por Lewis Hamilton. O britânico disse que “não se importa” com a análise do alemão e que “os resultados falam por si”

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
Lewis Hamilton não recebeu com bons olhos a análise feita por Nico Rosberg no sábado do GP da Hungria, afirmando que Max Verstappen já é o melhor piloto do grid atual da Fórmula 1. Usando a idade de Hamilton, 34 anos, como argumento, o alemão viu o britânico mais próximo de uma queda de performance. O pentacampeão deu de ombros para os comentários do rival, que “não importam”.
 
“Eu nunca vi esse blog [vlog], não sei quem é que segue, mas isso não tem qualquer efeito sobre o que quer que eu faça”, disse Hamilton após o GP da Hungria. “Não me importo, todo mundo tem sua opinião. Independente de ele estar certo ou errado, não me importo. Tudo que você precisa fazer é olhar minha lista de resultados ao longo dos anos e eles meio que falam por si só. É claro que vai ter gente que não teve o mesmo sucesso que eu tive que vai querer me diminuir, mas isso é ok”, seguiu.
 
O comentário de Rosberg veio após o treino classificatório, quando Verstappen colocou Hamilton no bolso e levou a pole-position de forma inesperada. A corrida também ia a favor do holandês, só que uma estratégia certeira da Mercedes permitiu que Lewis encontrasse ritmo dos mais fortes e tomasse a dianteira nas voltas finais.
Lewis Hamilton não recebeu bem os comentários de Nico Rosberg (Foto: AFP)
Mesmo reconhecendo que nem sempre vai ter atuações perfeitas, Hamilton pensa que já deu provas de como é ameaçador na atualidade.
 
“Eu tenho 34 anos, mas sinto que piloto melhor do que nunca”, avaliou. “Espero que hoje [GP da Hungria] vocês tenham visto que não perdi velocidade. A classificação nem sempre vai ser ótima, mas aí você vai em frente. Corridas nem sempre vão ser ótimas, e a última [Alemanha] foi um saco. Mas você vai em frente e deixa rolar. Não há nada que possa ser feito sobre o passado, só se pode moldar o futuro. Sinceramente, eu não poderia estar mais orgulhoso. Você quer ter orgulho de si mesmo, e eu sinceramente não poderia ter mais orgulho de mim mesmo. Como eu pilotei [na Hungria], porque é assim que quero pilotar, e como trouxemos o resultado como equipe”, encerrou.
 
A alfinetada de Hamilton em Rosberg não chega a surpreender. Os dois foram amigos de longa data, mas tudo desmoronou após briga por títulos na Mercedes entre 2014 e 2016. Lewis levou os dois primeiros, com Nico alcançando o terceiro e se aposentando no ato.


Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.