Hamilton se ofende e rebate suposta crítica de consultor da Red Bull: “Acorda”

Lewis Hamilton se disse triste e ofendido com uma declaração atribuída a Helmut Marko de que ele estaria distraído com uma campanha sobre quais vidas importam. O hexacampeão voltou a falar da discriminação que sofre desde a infância por conta da cor de sua pele. Horas depois, a Red Bull negou que o dirigente tivesse feito tais críticas

Lewis Hamilton não vai ceder um milímetro em sua luta contra o racismo, mesmo que precise elevar o tom dentro da própria Fórmula 1. Nesta quarta-feira (17), o inglês foi às redes sociais para rebater uma suposta crítica de Helmut Marko, consultor da Red Bull, e voltou a cobrar mudanças no esporte.

Alguns veículos de comunicação reportaram que, à publicação alemã RTL, Marko insinuou que Hamilton está distraído por conta de sua campanha contra o racismo. O site do veículo, porém, não traz nenhuma notícia neste sentido. Pouco depois, a Red Bull veio a público para informar que o consultor não deu as citadas declarações.

Apagado do Twitter, post seguiu no Instagram (Foto: Reprodução)
Paddockast #65 | As ideias esdrúxulas de retorno/As boas ideias de Lewis Hamilton
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

“Enquanto alguns pilotos estão distraídos falando sobre quais vidas importam, a única coisa que importa para Max [Verstappen] é o Mundial. O treino dele foi otimizado para isso e ele está pronto”, é a declaração atribuída ao consultor do time dos energéticos.

Pelo Twitter, Hamilton tratou de rebater e voltou a mencionar o tratamento diferenciado que sempre recebeu por conta da cor da pele, citando, inclusive, provocações à sua família por parte dos fãs.

“Helmut, me entristece profundamente que você considere a luta por tratamento igualitário das pessoas negras e pessoas de cor uma distração. Na verdade, estou bem ofendido”, escreveu o britânico. “Para mim, era uma distração pessoas aparecendo com os rostos pintados de preto para provocar a minha família nos fins de semana de corrida. Era uma distração para mim a desnecessária e adicional adversidade e tratamento injusto que enfrentei quando criança, adolescente e até mesmo agora por conta da cor da minha pele”, listou.

“Espero que isso diga muito às pessoas de cor que você tem no seu time sobre as suas prioridades e a maneira como você as enxerga. Acorda. Este esporte precisa mudar”, completou.

Ao site News 365, a Red Bull negou que Marko tenho dado a declaração.

“A RTL nos confirmou que essas declarações nunca aconteceram durante a entrevista. Simplesmente o Essentially Sports ― o portal que divulgou a notícia falsa’ ― relacionou seu artigo com o site da RTL”, disse um porta-voz da equipe.

Assim como tinha feito no Twitter, Hamilton também apagou sua resposta do Instagram.

Hamilton tem sido bastante ativo nas redes sociais em protestos contra o racismo desde a morte de George Floyd, um homem negro que foi sufocado por um policial branco em Minneapolis, nos Estados Unidos, no mês passado.

Pelo Instagram e pelo Twitter, Lewis protestou contra a brutalidade policial e a desigualdade e vociferou contra seus pares por ser uma voz solitária no mundo do esporte a motor. A cobrança, aliás, deu resultado e tirou alguns de seus pares do silêncio.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube