Hamilton vê dia desastroso e define asfalto de Istambul como “merda com M maiúsculo”

Lewis Hamilton teceu fortes críticas ao asfalto do Istambul Park após a sexta-feira de treinos livres do GP da Espanha. O piloto da Mercedes teve bastante dificuldades com os pneus

Lewis Hamilton ficou fora do topo nesta sexta-feira (13) de treinos livres para o GP da Turquia, no Istambul Park. Após amargar o 15º lugar na primeira atividade, fechou o dia no quarto lugar, atrás de Max Verstappen, Charles Leclerc e o companheiro de equipe Valtteri Bottas.

Com chances de conquistar o heptacampeonato no domingo, Hamilton fez fortes críticas ao novo asfalto do circuito turco, que estava afastado da Fórmula 1 desde 2011.

“Esta pista é fantástica, e realmente não entendo quando eles gastam milhões para refazer o asfalto. Sei que isso aqui estava parado há muito tempo, mas eles poderiam simplesmente ter limpado ao invés de gastar todo esse dinheiro”, disse o piloto em entrevista após o segundo treino livre.

Lewis Hamilton teve dificuldades com o asfalto (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A pista está pior que Portimão quando tivemos aquele asfalto novo lá. Para nós, os pneus não estão funcionando, pode ver que é como uma pista de gelo. Você não tem o prazer da volta, como seria normalmente em Istambul, e não vejo isso mudando”, seguiu.

Os dois treinos livres em Istambul foram marcados por diversos pilotos rodando e reclamando do asfalto escorregadio. A Red Bull saiu em vantagem com Verstappen liderando as atividades.

“É aterrorizante. É quase como se houvesse manchas em toda a parte. Como você está com os slicks, você acelera e depois vai deslizando muito rápido. Isso porque, basicamente, você está muito abaixo da janela de temperatura. Esses pneus são tão duros e funcionam numa determinada janela e, portanto, se você está 10ºC, 20ºC abaixo, eles não funcionam. Se estão 20ºC acima, não funcionam”, citou.

“Por algum motivo, essa superfície é muito lisa, plana, brilhante e o óleo vaza da pista. É uma merda com M maiúsculo”, completou.

Hexacampeão foi apenas quarto colocado (Foto: Mercedes)

Na opinião do piloto da Mercedes, a Pirelli deveria ter escolhido uma gama mais macia de pneus. A fornecedora optou pelos compostos C1, C2 e C3, os mais duros, mantendo a tradição cautelosa com as novas pistas do calendário de 2020.

“Ajudaria, definitivamente. À medida em que você vai percorrendo a pista, o pneu duro é inútil e o pneu médio fica mais ou menos. O pneu macio começa a ficar melhor. Acho que, se tivéssemos uma gama mais suave, poderia ter sido melhor. Mas é um circuito muito difícil. A curva 8 pode destruir o pneu certo, então ninguém sabe. Teria funcionado um pouco melhor do que é, mas é assim”, concluiu.

Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Istambul: primeiro, com o treino livre 3, a partir de 6h (de Brasília). E às 9h acontece a definição do grid de largada do GP da Turquia. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube