Hamilton vê Mercedes com dificuldades e se diz surpreso com diferença para rivais

Lewis Hamilton acredita que a pista de Sóchi apresente alguma dificuldade para a Mercedes - e por isso se assustou com a vantagem de 1s para os rivais nos treinos livres

A Mercedes liderou os dois treinos livres para o GP da Rússia nesta sexta-feira (25), mas ambos os pilotos da equipe apontaram problemas – Lewis Hamilton, por exemplo, até se assustou com a vantagem obtida sobre os adversários.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Hamilton levou sua Mercedes ao segundo posto pela tarde, após um TL1 em que usou pneus duros e ficou apenas em 19°: “Para nós, não parece bom lá na pista, sendo bem honesto”, disse.

“A aderência é bem fraca, estamos escorregando muito por toda a pista e, por isso, estou bem surpreso de ver essa diferença – então deve ser tudo ainda pior para quem está atrás. Mas a aderência vai melhorar para amanhã e deve ficar mais apertado”, continuou.

Ao comentar sobre o próprio desempenho, Hamilton afirmou que ele e a Mercedes devem trabalhar durante a noite para ajustar certos detalhes.

“Não me senti particularmente rápido hoje. Não comecei bem o dia. Errei na curva 1, depois escapei, e ainda destruí os pneus. No TL2 melhorei, mas sofri um pouco nos dois primeiros setores. No terceiro, tudo foi bem. Ainda não acertei tudo, mas é um trabalho em progresso. Vamos melhorar alguns detalhes de pilotagem e de configuração”, completou.

Lewis Hamilton na Rússia (Foto: Mercedes)
Problemas de traseira

E se ambos os pilotos reclamaram, é preciso explicar qual foi o comentário de Valtteri Bottas. Para o finlandês, o carro da Mercedes teve problemas de traseira durante as sessões.

“Foi bem difícil, principalmente com pouco combustível, com a traseira do meu carro. Tive muita dificuldade em mantê-la sob controle. Às vezes parecia uma corrida de rali. Em termos de ajuste, ainda há muito a ganhar”, disse ele.

Fórmula 1 volta a acelerar a partir das 6h deste sábado com o terceiro treino livre do GP da Rússia. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube