F1

Hülkenberg freia empolgação e afirma que Sauber pode ainda não ter dado volta por cima em 2013

Apesar de ter terminado o GP da Alemanha com a décima colocação, o piloto alemão disse que não há motivos para a equipe comemorar ainda. Será necessário ver como o carro se comporta nas próximas etapas

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Décimo colocado no GP da Alemanha, Nico Hülkenberg optou por conter a empolgação pelo resultado. Sofrendo com o desempenho do carro da Sauber desde o começo do ano, o alemão afirmou que a performance mostrada em Nürburgring pode não corresponder com a realidade da equipe, por isso é preciso esperar até as próximas corridas para ver como o carro se comporta.

“Deve haver algumas outras razões pelas quais parecemos mais competitivos em Nürburgring. Nós marcamos um ponto por mérito e poderíamos ter feito muito melhor, mas Nürburgring é parecido com Xangai, um circuito que exige da dianteira do carro. Nosso desempenho poder estar ligado a isso. Não vamos saber a verdadeira resposta até as próximas corridas”, declarou.
Hülkenberg minimizou a melhora da Sauber (Foto: Getty Images)

A principal dificuldade da Sauber em 2013 tem sido fazer a parte traseira do equipamento ter um bom desempenho. Como tanto Nürburgring quanto Xangai exigem mais dos pneus dianteiros, então a equipe não teve os mesmos problemas para andar bem.

O drama da Sauber e de Hülkenberg vai começar após as férias de verão da F1, quando a categoria chega a Spa-Francorchamps e a Monza, duas pistas que focam nos pneus traseiros e devem complicar a vida da equipe suíça.

Após nove etapas, o alemão é 15º na tabela com apenas sete pontos marcados.