F1
05/10/2018 03:29

Impecável, Hamilton reafirma força da Mercedes e fecha sexta-feira na frente em Suzuka. Vettel fica em 3º

Novamente com uma volta irretocável, Lewis Hamilton escancarou o abismo que separa a Mercedes da Ferrari neste começo de fim de semana no Japão. O britânico liderou outra dobradinha prateada e ficou 0s8 à frente de Sebastian Vettel
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Lewis Hamilton (Foto: AFP)
A sexta-feira (5) de treinos livres do GP do Japão de F1 serviu para mostrar o quão grande, até mais do que se poderia imaginar, está o abismo entre Mercedes e a Ferrari. A segunda sessão do fim de semana, realizada nesta tarde em Suzuka, confirmou o domínio de Lewis Hamilton, que registrou uma volta perfeita, com a melhor parcial nos três setores, para garantir o tempo mais rápido do dia: 1min28s217. Assim como aconteceu pela manhã, Valtteri Bottas foi o segundo colocado, enquanto Sebastian Vettel terminou em terceiro. Contudo, a vantagem de Hamilton em relação ao alemão foi novamente enorme: 0s833, evidenciando o quanto a Mercedes está acima da rival italiana.

Diferente do primeiro treino livre, quando apenas a Ferrari usou os supermacios, desta vez Mercedes e Red Bull também fizeram uso dos pneus vermelhos, assim como as outras equipes do grid. Assim, a comparação entre as forças fica mais clara e reflete o grande domínio da escuderia prateada perante as demais. De acordo com a emissora britânica Sky Sports, um fator que pode explicar tamanha disparidade é que a Ferrari trabalhou de maneira a poupar seus motores. Algo que só vai ser possível de conferir na prática, mesmo, no treino classificatório de sábado.

Max Verstappen colocou a melhor Red Bull na quarta posição, sendo 1s040 mais lento em relação a Hamilton. Kimi Räikkönen, que em momento algum conseguiu andar no ritmo de Vettel durante a tarde, ficou em quinto, com Daniel Ricciardo na sexta posição. Esteban Ocon, com a Force India, repetiu a boa performance do primeiro treino e novamente foi o melhor da 'F1 B', sendo o sétimo colocado. Com a Haas, Romain Grosjean também igualou o oitavo lugar da manhã. Marcus Ericsson, da Sauber, foi o nono, enquanto Brendon Hartley colocou a Toro Rosso em décimo na casa da Honda.
Lewis Hamilton sobrou nesta sexta-feira de treinos livres em Suzuka (Foto: AFP)
A F1 retoma os trabalhos de pista em Suzuka neste sábado. A partir de 0h (horário de Brasília), acontece o terceiro treino livre, enquanto a sessão classificatória está marcada para 3h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o segundo treino livre do GP do Japão de F1


Pouco antes da abertura da pista para a segunda sessão, a direção de prova anunciou que Pierre Gasly havia sofrido uma reprimenda por ter guiado de forma desnecessariamente lenta, causando risco de colisão a Lewis Hamilton no trecho da chicane Casio. Na pista, a tarde marcava a volta de Stoffel Vandoorne, que assumia o cockpit da McLaren depois da participação de Lando Norris pela manhã.

A Ferrari não perdeu tempo e logo mandou Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen à pista e, pela primeira vez no dia, com pneus macios. Seb logo tomou a liderança do treino depois de registrar 1min29s971 na sua primeira volta rápida, sendo apenas 0s032 mais rápido que Kimi. Na volta seguinte, Vettel melhorou com 1min29s398. Felipe Massa, uma das presenças ilustres do fim de semana em Suzuka, acompanhava a movimentação nos boxes da equipe italiana.
Daniel Ricciardo foi ligeiramente mais rápido que Max Verstappen no começo do treino (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Ainda sem a presença das outras grandes na pista, a Force India se destacava com Sergio Pérez em terceiro e Esteban Ocon em quarto, enquanto Brendon Hartley, na casa da Honda, levava a Toro Rosso ao quinto lugar. Mas logo a ordem foi restabelecida. Daniel Ricciardo e Max Verstappen se colocaram em terceiro e quarto, respectivamente, com os macios. Em seguida, Bottas se colocou entre as Ferrari e Hamilton novamente sobrou ao registrar 1min29s005, enfiando 0s393 em Vettel.

Hamilton seguiu voando na pista e baixou o próprio tempo ao registrar a melhor parcial nos setores 2 e 3 da pista: 1min28s911. Nos boxes, a Toro Rosso tinha trabalho para reparar os problemas no carro de Gasly antes de liberar o francês para o treino. O francês era o único dentre os 20 pilotos ainda sem tempo.

No seu stint, Hamilton literalmente desfrutava de cada momento na sua pilotagem em Suzuka e falava via rádio: "Essa pista é incrível. Que grande dia!", disse o tetracampeão, extasiado. Neste fim de semana, Lewis tem tudo para alcançar mais uma marca histórica: a de 80 poles na carreira.
A Force India foi a melhor do resto nesta tarde de sexta-feira em Suzuka (Foto: Racing Point Force India)
Passada a primeira meia hora, era chegada a vez de as equipes trabalharem com os supermacios. A Ferrari foi a primeira a levar seus pilotos à pista com os pneus vermelhos, mas nem assim Vettel conseguiu superar Hamilton. Mesmo com a melhor parcial nos dois primeiros setores do circuito, Seb anotou 1min29s050, 0s139 atrás do rival. Em seguida, Ricciardo, também com os supermacios, passou Bottas e subiu para quarto lugar.

O treino teve lá seus momentos de cizânia: Esteban Ocon reclamou de ter sido bloqueado por Stoffel Vandoorne, enquanto Charles Leclerc enfrentou o 'jogo duro' de Lance Stroll no último setor da pista. Na Mercedes, não havia espaço para problemas, ao contrário. A equipe prateada finalmente cumpriu seu stint em ritmo de classificação com os pneus supermacios. Com pista livre, Hamilton fez uma volta perfeita para marcar 1min28s217. Na sequência, Bottas completava a dobradinha da Mercedes, 0s461 atrás de Lewis. Vettel vinha em terceiro, seguido por Max Verstappen e Ricciardo. Ocon colocava a Force India como a quarta força do grid.

Na metade final da sessão, as equipes trabalharam nas habituais simulações em ritmo de corrida, já que a chuva não era mais uma ameaça. Uma das preocupações foi quanto às bolhas formadas nos pneus, sobretudo nos supermacios, mas em menor escala com os macios. De resto, os tempos nos dois treinos e as simulações em ritmo de classificação e corrida mostram, ao menos neste primeiro momento, o quanto a Mercedes está à frente da Ferrari e tende a sobrar na sequência de um fim de semana que pode pavimentar mais um pouco do caminho de Hamilton rumo ao penta da F1.



F1 2018, GP do Japão, Suzuka, treino livre 2:

1 L HAMILTON Mercedes 1:28.217   30
2 V BOTTAS Mercedes 1:28.678 +0.461 30
3 S VETTEL Ferrari 1:29.050 +0.833 36
4 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer 1:29.257 +1.040 31
5 K RÄIKKÖNEN Ferrari 1:29.498 +1.281 33
6 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer 1:29.513 +1.296 26
7 E OCON Force India Mercedes 1:30.035 +1.818 32
8 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:30.440 +2.223 32
9 M ERICSSON Sauber Ferrari 1:30.478 +2.261 32
10 B HARTLEY Toro Rosso Honda 1:30.502 +2.285 27
11 S PÉREZ Force India Mercedes 1:30.510 +2.293 28
12 N HÜLKENBERG Renault 1:30.644 +2.427 36
13 P GASLY Toro Rosso Honda 1:30.795 +2.578 10
14 C SAINZ JR Renault 1:30.904 +2.687 31
15 C LECLERC Sauber Ferrari 1:30.906 +2.689 26
16 K MAGNUSSEN Haas Ferrari 1:30.956 +2.739 25
17 F ALONSO McLaren Renault 1:30.988 +2.771 34
18 S SIROTKIN Williams Mercedes 1:31.087 +2.870 39
19 L STROLL Williams Mercedes 1:31.215 +2.998 31
20 S VANDOORNE McLaren Renault 1:31.981 +3.764 31
    Tempo 107% 1:34.392 +6.175  
           
REC L HAMILTON Mercedes 1:27.319 07/10/2017  
MV K RÄIKKÖNEN McLaren Mercedes 1:31.540 09/10/2005