F1

“Início muito positivo”: Verstappen festeja pódio e exalta “trabalho muito bom” da Red Bull e Honda na Austrália

Max Verstappen fez uma grande jornada neste domingo (17) em Melbourne, superou Sebastian Vettel e lutou contra Lewis Hamilton até o fim do GP da Austrália. No fim, um terceiro lugar e o primeiro troféu do ano para a Red Bull, o primeiro pódio para a Honda desde 2008

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
Valtteri Bottas foi o grande nome do GP da Austrália, mas Max Verstappen também foi um dos destaques da corrida que abriu a temporada 2019 do Mundial de F1 na tarde deste domingo (17), em Melbourne. O holandês largou na quarta posição, teve mais ritmo que Sebastian Vettel, fez a ultrapassagem sobre o piloto da Ferrari e lutou até o fim para buscar o segundo lugar, que acabou ficando com Lewis Hamilton. 
 
Mesmo assim, o terceiro lugar acabou sendo comemorado como um grande resultado pelo jovem de 21 anos, que levou a Red Bull ao pódio e garantiu o melhor resultado para a Honda enquanto fornecedora de motores desde 2015, no seu retorno ao Mundial de F1.
 
“Tive de ultrapassar Seb para ir ao pódio, o que não é nada fácil aqui, então fiquei bem feliz por ter conseguido fazer a ultrapassagem”, contou Max, em entrevista ao ex-piloto britânico e comentarista Martin Brundle, pouco depois da prova na Austrália.
Max Verstappen teve uma grande atuação na Austrália (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Max vibrou pela forma como a Red Bull andou durante toda a corrida, superando sem dificuldades a Ferrari, que finalizou em quarto e quinto com Vettel e Charles Leclerc, respectivamente.
 
“Começar a temporada no pódio, brigando com a Mercedes à nossa frente, é um início muito positivo para nós. Um grande muito obrigado para a equipe depois de uma sexta-feira complicada”, destacou.
 
Verstappen agradeceu não apenas à Red Bull, mas também à nova parceira pela grande performance ao longo da corrida. “Muito feliz pela equipe e pela Honda, que trabalhou muito bem”.
 
Por fim, o dono do carro #33 foi questionado sobre o erro cometido no fim, quando tentava se aproximar de Hamilton. Verstappen acabou passando reto na curva 1, passeando na grama. Mas o jovem entende que não teria condições de ultrapassar a Mercedes do pentacampeão.
 
“Foi uma pena, mas não acho que isso mudou o resultado final”, finalizou o terceiro colocado na temporada 2019 da F1.