Internado há quase um mês na França, Schumacher recebe mais de 1000 cartas de admiradores

Em coma há quase um mês, heptacampeão mundial segue recebendo demonstrações de carinho de fãs e admiradores, com cartas e objetos pessoais entre os presentes

 
Às vésperas de completar um mês de internação no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França, Michael Schumacher segue recebendo a preocupação e o carinho dos fãs em sua jornada de recuperação, classificada pelos médicos como "luta pela vida".
 
De acordo com a agência 'EFE', o heptacampeão mundial de F1 já recebeu mais de 1000 cartas de admiradores, além de presentes e até objetos pessoais endereçados ao local onde o ex-piloto segue internado em estado "grave, porém estável".
Mundo se mobiliza em torno do desejo de força para Schumacher (Foto: Mercedes/Twitter)
Schumacher sofreu um violento acidente quando esquiava na estação de esqui de Méribel, nos Alpes Franceses, no último dia 29 de dezembro. Ao sair da pista demarcada, o alemão caiu e bateu com o rosto contra uma pedra. De acordo com a investigação do caso, Michael estava em velocidade considerada a de "um esquiador muito bom".
 
Embora tenha sido encontrado consciente, 'Schumi' sofreu um colapso dentro do helicóptero que o resgatava, teve de ser reanimado e entrou em coma espontâneo. Ao chegar no CHU de Grénoble, passou por mais duas cirurgias no cérebro e segue internado em coma, com traumatismo craniano e danos cerebrais severos.
 
Os raros boletins médicos pouco informaram a respeito da atual situação clínica de Schumacher. De acordo com especialistas, a porcentagem dos pacientes que conseguem acordar do coma após seis meses em situação 'vegetativa' é de apenas 20%.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube