Norris critica alterações na curva 10 de Barcelona: “Não é um ponto de frenagem”

Em 2021, o circuito de Barcelona volta a ter a curva 10 como no desenho original. A mudança, feita para aumentar a segurança, não agradou Lando Norris no ponto de vista das ultrapassagens

Ainda se recuperando de grave acidente na Indy em 2018, Robert Wickens testou carro de turismo (Vídeo: Reprodução/IMSA)

A Fórmula 1 chega a Barcelona neste fim de semana para a quarta etapa da temporada 2021, o GP da Espanha. A pista passou por reformas nos últimos meses, especialmente na curva 10, localizada no fim da reta oposta. Apesar da mudança, Lando Norris não está confiante de que a novidade vai gerar mais ultrapassagens.

O piloto da McLaren criticou a mudança na curva 10. O ponto volta ao original após as alterações realizadas em 2004, visando aumentar a segurança no local para pilotos da F1 e da MotoGP. Para o britânico, no entanto, não deve ajudar muito nas ultrapassagens, ainda mais em um circuito que já é duramente criticado por esse fator.

“Eu não sei o que a nova curva se parece, não estou tão confiante com isso. Parece uma curva estranha”, afirmou ao site RaceFans. “Antes era, provavelmente, a única oportunidade de ultrapassagem além do fim da reta principal, mas agora não é tanto um ponto de frenagem”.

A nova curva 10 do Circuito da Catalunha (Foto: Reprodução/Circuito da Catalunha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A curva 10 se caracterizava por ser um ponto forte de frenagem após a reta, com uma longa virada à esquerda e acelerando para a curva 11, um ponto mais alto do traçado. Agora, se torna uma curva mais redonda e de raio constante, próximo ao que era em 2004. A modificação também permite alargar a área de escape, aumentando a distância de segurança.

A mudança em Barcelona é parte das iniciativas fechadas por FIA e FIM para aumentar a segurança dos pilotos no circuitos. A última morte no Mundial de Motovelocidade aconteceu justamente na Catalunha, em 2016, quando Luis Salóm sofreu um acidente na penúltima curva da pista, motivando a MotoGP a utilizar o traçado da F1 em 2017, com a chicane, mas a decisão foi alterada após apenas uma edição.

Norris também comentou sobre uma possível mudança nas curvas finais do circuito espanhol. Uma alteração para o traçado original, com duas curvas de alta velocidade para a direita, foi sugerida por George Russell, da Williams, em recente entrevista. Atualmente, há uma chicane no último setor da pista.

“Eu não sei quão melhor ou pior isso deixaria a corrida. Tenho certeza de que não seriam curvas fáceis para seguir outro carro de Fórmula 1”, pontuou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar