Norris diz que tirou tudo do carro na Estíria e Ricciardo fala em “fim de semana de mal a pior”

Lando Norris se disse incrédulo por se ver à frente da Mercedes de Valtteri Bottas no Mundial de Construtores. O prodígio britânico terminou em quinto com a McLaren e disse que fez o máximo neste domingo. Em contrapartida, Daniel Ricciardo sofreu com problemas de potência no motor e terminou só em 13º

O GP da Estíria, oitava etapa da temporada 2021 da Fórmula 1, neste domingo (27), proporcionou sentimentos completamente antagônicos nos boxes da McLaren. Lando Norris, que cruzou a linha de chegada em quinto lugar, sendo o ‘melhor do resto’ ao terminar atrás dos carros de Red Bull e Mercedes na corrida, ressaltou que fez o máximo com o que tinha às mãos. Por outro lado, Daniel Ricciardo se mostrou frustradíssimo com uma perda de performance ao longo da corrida e, mesmo seguindo na prova, não conseguiu se recuperar. Depois de uma grande largada, onde pulou de 13º para oitavo, o australiano terminou na mesma posição em que começou a disputa.

Para Norris, o resultado mostra que a McLaren precisa estar bem em classificações para conseguir sobressair. Neste domingo, Lando largou em terceiro, sendo um dos beneficiados pela punição imposta a Valtteri Bottas. O britânico ganhou uma posição depois de garantir o quarto lugar na classificação, no sábado.

LEIA TAMBÉM
+O resultado do GP da Estíria de Fórmula 1
+A classificação da Fórmula 1 depois do GP da Estíria

LANDO NORRIS; GP DA ESTÍRIA; MCLAREN
Lando Norris é o único piloto a pontuar em todas as corridas da temporada 2021 (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Um dia como o de hoje mostra que você precisa estar lá na classificação. Estou guiando bem, estamos tirando tudo do carro. Na corrida, você luta até mais do que pode ir, vai no seu limite. Espero que possamos buscar 1s na semana que vem e estarmos mais competitivos”, disse.

Sobre a corrida como um todo, Norris concluiu o domingo ciente de que fez o que dava. “Acho que não poderíamos ter feito muito mais. Uma corrida solitária e tranquila para mim. Você quer sempre mais até ser primeiro”.

Perguntado sobre sua posição na tabela do Mundial de Pilotos, quarto colocado, à frente até de Valtteri Bottas, Norris brincou. “Não sei como”.

DANIEL RICCIARDO; GP DA ESTÍRIA; MCLAREN
Em contrapartida, Daniel Ricciardo teve outro fim de semana complicado (Foto: McLaren)

Ricciardo, no entanto, não escondeu a tristeza depois de um domingo que começou promissor, mas terminou de forma frustrante.

“Foi uma corrida de azar. Passamos de 13º para o oitavo. Foi uma largada incrível, uma primeira volta incrível. Isso nos colocou à frente de muitos dos nossos rivais mais rápidos com pneus médios e estávamos bem, até que, de repente, perdemos potência”, lastimou.

“Conseguimos consertar na pista. É desanimador. Estava na mesma estratégia de Sainz, poderíamos ter terminado em sexto. O fim de semana foi de mal a pior”, resumiu o australiano, ainda sem explicações para o que aconteceu.

“Não sei exatamente o que foi. Pode estar relacionado com a temperatura, mas não tenho certeza. É doloroso e desanimador para mim. Poderíamos ter sido quinto ou sexto hoje, como aconteceu na França”, concluiu.

A Fórmula 1 continua com sua série de três corridas em finais de semana consecutivos e permanece no Red Bull Ring para a disputa do GP da Áustria entre os dias 2 e 4 de julho, com promessa de casa cheia no circuito austríaco. O GRANDE PRÊMIO cobre tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Trivia e disputa de pênaltis: a Euro 2020 com Alonso e Ocon (Vídeo: Alpine)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar