Norris fala em aprender com “vencedor” Ricciardo na McLaren: “Vai ser muito bom”

Lando Norris vai ter em 2021 um companheiro de equipe que já venceu sete corridas na Fórmula 1. Com a experiência de dez temporadas, 188 GPs disputados e passagens muito boas pela Red Bull e Renault, Daniel Ricciardo chega à McLaren como a nova referência do jovem britânico, que vai para seu terceiro ano no Mundial

Nos dois primeiros anos da sua carreira na Fórmula 1, Lando Norris teve ao seu lado, nos boxes da McLaren, Carlos Sainz como companheiro de equipe. O espanhol mostrou grande ascensão neste período e foi duas vezes ao pódio, uma em 2019, no GP do Brasil, e outra no ano passado, no GP da Itália. Carlos deixou Woking com destino à Ferrari e foi substituído por Daniel Ricciardo. O australiano, diferente de Sainz, chega à equipe britânica com um histórico muito mais pesado: sete vitórias, passagens de muito êxito pela Red Bull e também pela Renault e 188 GPs disputados ao longo de dez temporadas. É com base neste retrospecto vitorioso que Norris, em sua terceira temporada na Fórmula 1, busca aprender com o novo companheiro de equipe.

Ricciardo tem 31 anos, ou seja, é uma década mais velho que Norris. O jovem piloto da McLaren mostra ansiedade por trabalhar com o australiano e aprender com a sua experiência na Fórmula 1.

“Vai ser muito bom. Ele vai dar uma perspectiva diferente sobre muitas coisas. Tenho certeza de que alguns comentários serão parecidos com os de Carlos, já que Carlos guiava pela Renault, e provavelmente muitas características são semelhantes”, explicou Lando em entrevista à revista britânica Autosport.

Lando Norris está feliz por ter a chance de trabalhar com Daniel Ricciardo na McLaren (Foto: McLaren)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Muita coisa que Carlos falava às vezes era quando pilotava um Renault, as coisas eram assim, e a equipe agia assim. Algo que aprendi com o Carlos é o conhecimento sobre como ele trabalhou com outras equipes”, salientou.

A trajetória de sete vitórias de Ricciardo pela Red Bull é bastante destacada por Norris, que considera como um grande diferencial na comparação com o que seu companheiro de equipe anterior não tem ainda no seu currículo.

“Com o Daniel, tendo trabalhado um pouco mais na Red Bull e sabendo como vencer corridas e como uma equipe vence corridas e o carro que ele precisa para fazer isso. E acho que é algo que o Carlos não tem”, disse.

“Vai ser muito bom para quando o Daniel entrar, dando novas ideias e ajudando a equipe a seguir em frente. Acho que é muito bom”, comentou.

Feliz por ter ao seu lado um colega com mais experiência e bastante respeitado na Fórmula 1 pela sua capacidade, Norris entende que a chance de trabalhar com Ricciardo vai servir também para avaliar o seu próprio nível de performance e pilotagem.

“Para mim, é bom trabalhar com alguém diferente e aprender algumas coisas. Mas também enfrentar um piloto que venceu corridas e que as pessoas dizem que é um dos melhores do grid é uma boa chance para eu me comparar a ele e trabalhar com ele como vencedor”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube