Leclerc assume erro em acidente no GP da Itália: “Perdi a traseira e bati”

Monegasco escapou ileso de um acidente na Parabólica. O piloto da Ferrari descartou uma quebra no carro como causa para a batida deste domingo (6)

Charles Leclerc assumiu a culpa pelo acidente que o tirou do GP da Itália deste domingo (6). O piloto da Ferrari afirmou que cometeu uma erro em Monza, perdeu a traseira e não conseguiu evitar o choque com a proteção de pneus.

O monegasco tinha conseguido escalar até a quarta colocação da corrida, mas perdeu a traseira da Ferrari na Parabólica, não conseguiu corrigir e acabou batendo contra a proteção de pneus. Apesar do susto, Charles escapou sem lesões.

Leclerc escapou da curva Parabólica (Foto: Reprodução)

“Eu perdi a traseira e bati. Foi isso”, disse Leclerc em entrevista à TV Globo.

Questionado se os engenheiros suspeitam de alguma quebra no carro da Ferrari, Charles assumiu a responsabilidade pelo acidente que lhe tirou do GP da Itália.

“Não, não, não quebrou nada. Estava muito difícil de guiar naquele momento, mas não quebrou nada ou algo assim. Estávamos só mexendo um pouco com o equilíbrio, cometi um erro e foi isso”, resumiu, acrescentando que estava “bem” após a batida.

Paddockast #77 | Como amar a moribunda Ferrari em crise?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube