F1

Leclerc fala em dia positivo, mas reconhece que Ferrari precisa “dar outro passo” para desafiar Mercedes

Chalres Lerclerc encerrou o primeiro dia de treinos no Canadá na frente. Entretanto, apesar do monegasco se colocar como o mais rápido do pelotão e ainda ter Sebastian Vettel logo atrás, já deixou claro que é a Mercedes a equipe a ser batida no final de semana

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Charles Lerclerc encerrou o primeiro dia de atividades no Canadá da melhor maneira. Nesta sexta-feira (7), ao anotar a marca de 1min12s177, o monegasco se colocou como o mais rápido dos treinos, mas ainda crê em uma Mercedes superior.
 
No segundo ensaio do dia em Montreal, o piloto puxou 1-2 da Ferrari, com Sebastian Vettel ficando apenas 0s077 de alcançar o companheiro. Ainda, Lewis Hamilton cometeu um erro e acertou o icônico Muro dos Campeões.
Charles Leclerc (Foto: Ferrari)
Entretanto, apesar da equipe italiana ter ficado com as duas primeiras posições da tabela no fim do dia, e o monegasco comemorar o fato, reconheceu que o time a ser batido no final de semana é o alemão.
 
“Foi um dia positivo. Os passos que demos do primeiro para o segundo treino livre foram muito bons. Agora precisamos fazer o mesmo na classificação. O carro foi bom, mas precisamos dar outro passo para desafiar a Mercedes amanhã”, explicou.
 
“Ainda acredito que são mais rápidos que nós e ainda tem mais a mostrar. Estão fortes e vai ser difícil de batê-los amanhã, temos que trabalhar duro. Hoje não nos deu a imagem completa”, completou.