Leclerc repete Vettel em 2018, erra na chuva e bate na Alemanha

Charles Leclerc errou de pneus macios, foi parar no muro e deu sequência ao dramático fim de semana da Ferrari em Hockenheim. Lewis Hamilton, que liderava, cometeu o mesmo erro e teve de trocar o bico do carro, atrapalhando bastante as pretensões de vitória

Com quase metade do GP da Alemanha deste domingo (28), a corrida se viu totalmente alterada por duas batidas de dois personagens centrais do campeonato. De pneus macios, Charles Leclerc e Lewis Hamilton escaparam da pista e bateram. O monegasco abandonou, mas o inglês viu a vitória encaminhada ser comprometida. 
 
Leclerc brigava para ir ao pódio quando parou nos boxes e, com a pista ainda um tanto molhada, seguiu no caminho do que outros pilotos estavam fazendo: colocou pneus de pista seca, o composto macio. Mas escapou da pista na problemática curva 17 e acabou no muro. 
Logo em seguida, Lewis Hamilton, que havia feito a mesma escolha de pneus e liderava a corrida com alguns segundos de folga, também escapou da pista e tocou o muro. A diferença é que não abandonou, mas precisou voltar aos boxes e trocar o bico, além dos pneus de volta para o intermediário.
 
Após as batidas de ambos e com a chuva de volta no cenário, o pelotão voltou quase que inteiramente aos boxes para recolocar os pneus intermediários. 
No ano passado, a Ferrari sofrera com a chuva na Alemanha: Sebastian Vettel liderava a corrida quando perdeu o carro e bateu.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha a prova EM TEMPO REAL.

Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube