Lenda alemã defende Vettel e diz: diferença para Leclerc “não pode ser só culpa do piloto”

Pentacampeão do DTM e ex-piloto de F1, Schneider afirmou que tem algo de errado na Ferrari e afirmou que não vê uma maneira de 2020 terminar bem para o tetra

Bernd Schneider foi mais um que saiu em defesa de Sebastian Vettel em 2020. O ex-piloto do DTM e da Fórmula 1 afirmou que o desempenho do tetracampeão não é sua exclusiva culpa e ressaltou que não vê uma maneira de o ano terminar bem para o alemão.

Das 12 primeiras corridas do calendário, o competidor da Ferrari falhou em conseguir terminar no top-5 em todas. Ainda, ficou seis vezes fora da zona de pontos, sendo duas delas com abandonos. Com isso, aparece apenas em 13º na classificação somando 18 pontos.

Em comparação, o companheiro Charles Leclerc já subiu duas vezes ao pódio – no GP da Áustria e GP da Inglaterra -, soma 75 tentos e ocupa o quinto posto da tabela de classificação, atrás da dupla da Mercedes, Max Verstappen e Daniel Ricciardo.

Schneider defende o desempenho de Vettel (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Quando um tetracampeão é 0s5 mais lento que o companheiro, não é apenas por causa do piloto. Algo não está certo lá. Acredito que no ano que vem vai mostrar o que pode fazer. Ainda é jovem e motivado o suficiente”, disse Schneider sobre a performance de Vettel.

“É claro que é um ano perdido. Mas já ficou claro durante os testes que não seria um ano fácil. Não acho que Vettel pode esperar que a temporada termine bem. Da maneira que está agora, não vai ficar satisfeito”, completou o pentacampeão do DTM.

Após o GP de Portugal do final de semana, que terminou em décimo, Vettel sugeriu que a Ferrari dá preferência a Leclerc. Mattia Binotto, chefe da equipe, logo tratou de desmentir o alemão e disse que “espero mais de um segundo piloto”.

De todas as temporadas completas que disputou na F1, 2020 é a pior de Sebastian. Antes, o menor resultado conquistado havia sido a oitava colocação em 2008, quando defendia a Toro Rosso e conseguiu a vitória do molhado GP da Itália.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube