Hamilton reclama de chacoalhar e admite que Mercedes ainda “não domou” o carro

Lewis Hamilton respondeu declarações de Carlos Sainz e disse que a Mercedes tem, sim, problemas. E o heptacampeão colocou Ferrari e Red Bull como favoritas no momento

Ninguém quer se candidatar como favorito na Fórmula 1 em 2022. George Russell elogiou a Ferrari e Carlos Sainz respondeu dizendo que sabe que a Mercedes está segurando seu desempenho. E agora foi a vez de Lewis Hamilton dizer que a equipe alemã tem, sim, problemas e que não está à frente das demais.

O heptacampeão destacou as dificuldades que ele e Russell vêm tendo no Bahrein para controlar o W13 como explicação para o desempenho abaixo na tabela de tempos. A grande maioria dos pilotos tem cometido erros na pista, e o mesmo vem acontecendo com a dupla da Mercedes.

“Teríamos que ser muito, muito bons para ter tanto oversteer e pilotagem inconsistente só para esconder nossas cartas. Este não é o caso. Nós temos coisas que estamos tentando resolver. Outros estão tendo menos problemas. Quem sabe, talvez, teremos um melhor entendimento quando chegarmos na semana que vem”, disse Lewis após o segundo dia de testes no Bahrein.

“Nós estamos trabalhando em diferentes cenários, tentando manter o downforce sem chacoalhar tanto como no último teste. Acho que todos estão no mesmo barco. Alguns conseguiram gerenciar isso melhor. Está sendo bem difícil”, revelou o heptacampeão.

 ▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Mercedes apresenta novo conceito para o W13 no Bahrein (Foto: AFP)

Além das dificuldades da equipe com o ‘porpoising’, efeito que faz o carro quicar nas retas, Hamilton também reclamou das condições climáticas no Bahrein, que dificultam ainda mais a tarefa dos pilotos.

“É irregular, escorregadio e cheio de areia. De manhã é muito quente. De tarde, venta demais. É difícil [pilotar]. Você pode ver oscilações na esquerda, direita e no meio na onboard, depois chacoalhando e pulando. [O carro] ainda não está muito tranquilo, mas estamos tentando domá-lo”, explicou o britânico.

Quando perguntando sobre quem venceria a abertura da temporada caso ela acontecesse nesta semana, Lewis jogou o favoritismo para os rivais: “Eu realmente não sei. Acho que a Ferrari, pelo que posso ver hoje, provavelmente terminaria com uma dobradinha. Ou talvez a Red Bull. Quem sabe?”, opinou Hamilton.

A Mercedes volta para a pista para o último dia de testes de pré-temporada neste sábado (12) em Sakhir. O GRANDE PRÊMIO acompanha a cobertura da pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein AO VIVO e em TEMPO REAL. A análise acontece no Briefing assim que as atividades em pista acabarem.

FÓRMULA 1 AO VIVO: O DIA 2 DA PRÉ-TEMPORADA NO BAHREIN | Briefing

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar