Hamilton se impressiona com Renault de Alonso e diz que V10 tem “o melhor som”

Lewis Hamilton soube apreciar as voltas de Fernando Alonso com a Renault de 2005 em Abu Dhabi. O britânico se impressionou com o som do motor V10, apontado como “o melhor”

O sábado (12) foi de novas voltas de Fernando Alonso com a Renault do título mundial de 2005. Foi, por tabela, um novo dia de apreciação do saudoso barulho do motor V10. Até mesmo da parte de gente do mais alto calibre da Fórmula 1: Lewis Hamilton se rendeu ao som “tão bom” do carro francês.

Alonso estava dando voltas com o Renault R25 em Abu Dhabi, pisando fundo e eventualmente andando na casa de 1min40s – impressionante para um carro defasado em uma pista cuja pole ficou em 1min35s2. Hamilton dava entrevistas no paddock quando foi interrompido pelo alto barulho do V10. “Esse som é tão bom. É o melhor som”, declarou de imediato.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Hamilton nunca teve a chance de guiar um carro com motor V10 de forma competitiva. O britânico fez estreia na F1 em 2007, quando os V8 já eram realidade. Mesmo no primeiro teste, com a McLaren de 2006, Lewis já teve que se contentar com dois cilindros a menos.

Mesmo com V8, a F1 ainda conseguia ser barulhenta. Esse elemento se perdeu em 2014: a introdução dos V6 Turbo criou uma categoria mais silenciosa, sem o ronco marcante dos motores da virada do século. A categoria planeja rever o regulamento de unidade de potências em 2026, mas ainda não há qualquer indicativo de um retorno.

Pouco antes da demonstração de Alonso, Hamilton teve de andar para valer em Abu Dhabi. O treino classificatório para o último GP de 2020 terminou com o britânico em terceiro no grid, sendo Max Verstappen o mais rápido do dia.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube