Hamilton deixa punições para trás em SP com show em sábado que reflete lema da vida

“Ainda assim eu me levanto” é o lema de vida de Lewis Hamilton e frase sempre destacada no seu capacete. O poema de Maya Angelou reflete bem a jornada do heptacampeão neste sábado que começou difícil, mas que terminou com um grande alento em Interlagos

F1 EM SÃO PAULO: BOTTAS BATE VERSTAPPEN E É POLE. HAMILTON BRILHA | Briefing

Lewis Hamilton vivenciou um sábado (13) de muitas emoções em Interlagos. Primeiro, teve de esperar por longas horas pelo desfecho sobre a avaliação dos comissários da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) a respeito do acionamento da asa móvel do carro da Mercedes. A punição com a desclassificação foi confirmada, jogou o heptacampeão para o fim do grid da corrida sprint e se somou a outra sanção — perda de cinco posições no alinhamento inicial para a prova de domingo. Com o rival Max Verstappen a largar na frente da corrida curta desta tarde e Hamilton na rabeira, tudo parecia perdido para o dono de 100 vitórias na Fórmula 1. Mas com um verdadeiro show em São Paulo, Lewis deu a primeira volta por cima do fim de semana com uma grande remontada, passou 15 carros, terminou em quinto e deixou claro que não vai desistir da luta pelo título. Os versos inspiradores de Maya Angelou refletem bem o que foi o dia de luta e glória de Hamilton em Interlagos: “Ainda assim eu me levanto”.

A julgar pelas palavras de Lewis, havia esperanças de que a punição aplicada fosse mais branda. “Estava tentando trabalhar com meus mecânicos e engenheiros, sem pensar no que aconteceu. Quando soube do resultado, foi devastador, mas é preciso juntar os cacos e continuar trabalhando”, revelou Lewis logo depois do espetáculo deste sábado.

A exclusão da classificação na sexta-feira complicou demais as pretensões do piloto do carro #44 da Mercedes porque, ao mesmo tempo, ajudou Verstappen a ter caminho livre e somar pontos importantes.

LEWIS HAMILTON; GP DE SÃO PAULO; F1; FÓRMULA 1; INTERLAGOS;
Lewis Hamilton fez 15 ultrapassagens neste sábado (Foto: Mercedes)

O holandês só não esperava o bote de Valtteri Bottas, que lavou a alma da Mercedes e tirou uma vitória que parecia endereçada a Verstappen. Com atuação segura, ótima largada e coragem para assumir o risco de fazer as 24 voltas da corrida com pneus macios, contra os médios da Red Bull de Max, o finlandês reduziu um pouco o estrago causado pela punição a Lewis neste sábado.

Ciente de que a diferença no campeonato aumentaria mais um pouco em relação a Verstappen, Hamilton tratou de fazer a sua parte e reforçar ao mundo que desistir nunca foi uma opção. O heptacampeão foi um dos grandes protagonistas desta morna corrida sprint — ao lado de Carlos Sainz, outro baita nome do sábado — e foi passando vários pilotos sem tomar o menor conhecimento.

Foram 15 carros, ou três quartos do grid, deixados para trás. E se a corrida durasse mais algumas voltas, não duvide que Hamilton passaria Sergio Pérez e Carlos Sainz para terminar no pódio da corrida sprint. Há quem diga, até para desvalorizar uma jornada maiúscula, que a Mercedes segue sendo um dos melhores carros do grid, mas nada apaga a atuação magistral de Lewis em Interlagos, sobretudo uma pista em que muitos pilotos têm dificuldades para passar — só lembrar a disputa de ‘Checo’ com Carlos Sainz e do próprio Verstappen com Bottas.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEWIS HAMILTON; GP DE SÃO PAULO; F1; FÓRMULA 1; INTERLAGOS;
Lewis Hamilton deixou Lando Norris para trás na corrida sprint em SP (Foto: Mercedes)

Hamilton revelou ter ficado surpreso com tamanha performance. “Sinceramente, não tinha ideia do que seria possível. Não defini um limite. Quando estava no fim do grid, logo antes da largada, antes de partir para a volta de apresentação, acho que imaginei que conseguiria estar em décimo e foi algo como: ‘Beleza, é meu objetivo. Vou tentar e lutar até onde for possível’”. No fim das contas, deu para ir muito além e garantir um inesperado top-5.

Um fator que favoreceu a Mercedes foi a conhecida melhor performance em condições mais frias. A corrida sprint aconteceu já do meio para o fim da tarde, com a temperatura ambiente em inacreditáveis 15ºC nesta primavera paulistana.

Para domingo, o prognóstico é de mais dificuldades para Hamilton, sobretudo na comparação com Verstappen e a Red Bull, que têm um carro que anda melhor no calor. A temperatura ambiente prevista neste domingo é de 24ºC no horário da corrida. Mas como o GP de São Paulo tem 71 voltas de duração, Lewis pode perfeitamente buscar um pódio para se manter ainda com chances na luta pelo título, ainda que o octa pareça cada vez mais longe em 2021.

LEWIS HAMILTON; BRASIL; GP DE SÃO PAULO; INTERLAGOS;
“Eu ainda assim me levanto”: frase inspiradora refletiu jornada de Hamilton neste sábado (Foto: Mercedes)

Mas as histórias de domingo ficam para domingo. Para Hamilton, depois de ir para o hotel incerto sobre o que seria seu dia na última sexta-feira, o sábado terminou muito melhor do que começou. Para completar, o britânico sorriu, novamente, com o carinho do público brasileiro e ainda deu autógrafo logo que falou às TVs do mundo depois da corrida. Feliz e satisfeito, o heptacampeão deixou Interlagos com o sentimento de dever cumprido e de quem jamais vai jogar a toalha. “Eu nunca desisto, você não pode desistir”, bradou.

GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL. A largada está marcada para 14h (de Brasília) do domingo.

Lewis Hamilton foi um dos grandes nomes da corrida sprint deste sábado em Interlagos (Vídeo: F1)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar