Hamilton x Russell é briga quente, mas antes Mercedes precisa de “maior projeto da F1”

No vídeo desta sexta-feira (29), Evelyn Guimarães fala sobre a disputa entre Lewis Hamilton e George Russell no Japão e o que isso significa para o futuro da Mercedes

A Mercedes viveu um GP do Japão dos mais agitados em Suzuka. Embora longe da briga pelo pódio, a equipe alemã acompanhou uma intensa disputa entre seus dois pilotos, que chegaram a bater roda em determinado momento da prova. O clima foi tão explosivo que o chefe Toto Wolff, que nem estava na pista, preciso intervir. Acontece que a esquadra está também em uma briga com a Ferrari pelo segundo posto do Mundial de Construtores e não pode se dar ao luxo de encarar uma disputa interna.

George Russell afirmou que o foco é o vice-campeonato e que toda a atenção está nisso. Já Lewis Hamilton pensa em 2024. Para o heptacampeão, o time da estrela de três pontas precisa do maior projeto de sua história para voltar a disputar títulos. “Temos de ter os melhores seis meses de nossa vida”. Ele tem razão.

Relacionadas


Então, apesar do potencial explosivo de sua dupla, a Mercedes tem de se concentrar em construir um carro vencedor, para depois lidar com uma briga interna. Essa é a análise de Evelyn Guimarães.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

ASSISTA JÁ!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.