Líder do Mundial, Alonso afirma que chuva pode ajudar Ferrari na etapa de Spa-Francorchamps

Fernando Alonso afirmou que a chuva pode ser útil para a Ferrari na etapa de Spa-Francorchamps da F1. Asturiano lidera a classificação com 40 pontos de vantagem para Mark Webber, o segundo colocado

A F1 volta das férias neste fim de semana para disputar o GP da Bélgica, em Spa-Francorchamps. A previsão do tempo indica que deve chover ao longo do fim de semana, mas o clima não preocupa Fernando Alonso. Nesta quinta-feira (30), durante uma entrevista coletiva organizada por um dos patrocinadores da Ferrari, o asturiano avaliou que a pista molhada pode ajudar o time de Maranello.

“Quando seu carro é competitivo e você está bem naquele fim de semana, talvez uma corrida no seco seja melhor, porque é mais consistente”, ponderou. “Se você é rápido, você está 99% no pódio, o que já seria um bom resultado para nós”, considerou.
 

Alonso avaliou que chuva em Spa pode ajudar Ferrari (Foto: Ferrari)


“Se você não é competitivo, tenho certeza que a condição de chuva é uma ajuda, porque você pode fazer mais, como escolher o pneu certo no momento certo”, explicou, afirmando que não sabe o que é melhor. “No momento, eu não sei, mas olhando para o campeonato deste ano, talvez uma corrida com chuva seja melhor para nós.”

Alonso, no entanto, reconheceu que o asfalto molhado envolve mais riscos, mas expõe todos os pilotos aos mesmos problemas.

“Com chuva é mais arriscado. Existe a aquaplanagem, zebras, então a corrida no molhado por te ajudar muito e tirar muito também”, ressaltou. “Acho que com a posição no campeonato, você deve completar as corridas sempre nos pontos e uma corrida com chuva significa um risco a mais, mas é mais arriscado para todos”, defendeu.

Por fim, Alonso também falou sobre o período de férias da F1. Com nove corridas pela frente, o bicampeão destacou que foi importante descansar para se preparar para a segunda parte do Mundial, que conta com muitas provas fora da Europa.

“Foi bom se afastar da F1 por um tempo, por dez, 15 dias, recarregar as baterias e agora chegar 100% novamente, com muita motivação, muita vontade de estar no carro”, afirmou. “Estou ansioso por amanhã já há alguns dias. Temos sete corridas fora da Europa, muitas mudanças de fuso horário, muitas viagens pela frente, então você precisa estar 100%, porque será uma longa parte final da temporada”, encerrou.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana a 12ª etapa do Mundial de F1, o GP da Bélgica, direto de Spa-Francorchamps, com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube