F1

Longe da pole, Verstappen mostra insatisfação na Espanha: “Não estou aqui para classificar em quarto”

Max Verstappen se mostrou até feliz por ter superado um dos carros da Ferrari. O que não significa que o holandês tenha ficado satisfeito: “Como equipe, nós queremos desafiar a número 1, que é a Mercedes. O jovem piloto ficou a quase 1s do tempo do pole, Valtteri Bottas

Grande Prêmio, de Barcelona / FERNANDO SILVA, de Sumaré / ERIC CALDUCH, de Barcelona
Max Verstappen conseguiu colocar a Red Bull entre os dois carros da Ferrari e vai fechar a segunda fila do grid de largada do GP da Espanha de Fórmula 1. Na tarde deste sábado (11), o holandês fez um bom Q1, quando terminou em segundo, e voltou à colocação normal considerando a ordem de forças atual da F1, em quinto lugar. No Q3, Max se superou para terminar na quarta colocação. Contudo, o piloto ficou a exatos 0s951 do tempo do pole, Valtteri Bottas.
 
Em entrevista coletiva pouco depois da prova, Verstappen deixou claro que não tinha como almejar mais. Por outro lado, se mostrou insatisfeito por ter ficado tão longe da disputa pela pole-position em Barcelona.
Max Verstappen fez cara de poucos amigos ao ter ficado quase 1s da pole (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“Não dava para ter sido mais do que isso. Quer dizer, minha segunda tentativa no Q3, no primeiro setor, foi boa, mas eu sabia que minha primeira volta no Q3 não era a ideal. Mas então os pneus simplesmente se acabaram, pareciam chiclete”, comparou.
 
“Simplesmente ficou escorregando, então perdi um pouco de tempo lá, mas isso não teria feito nenhuma grande diferença”, declarou Max, que avisou: quer muito mais em termos de resultados.
 
“Não estou aqui para me classificar em quarto. Claro que estou feliz por estar entre os carros da Ferrari, mas acho que, como equipe, nós queremos desafiar a número 1, que é a Mercedes”, salientou.
 
“Temos uma mudança realista ao lutar com a Ferrari, e nós estamos bem perto. Quanto à Mercedes, é diferente, especialmente com Valtteri, que está voando neste fim de semana. Não estou mirando isso, mas você nunca sabe. Mas estou confiante de que vamos ter um bom carro na corrida”, completou o dono do carro #33.
 
Por fim, quando questionado sobre o iminente anúncio do retorno do GP da Holanda ao calendário, Max comemorou.
 
“Vou ter dois GPs em casa: Spa e Zandvoort. É uma pista desafiadora, mas eles vão ter de fazer algumas mudanças. Ainda é como nos anos 1980, mas tenho certeza de que vamos ter muitos fãs holandeses e acho que vai ser divertido de ver”, concluiu.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO, em TEMPO REAL e ‘in loco’ todo o fim de semana do GP da Espanha com o repórter Eric Calduch. Siga tudo aqui.

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.