Lotus confia em salário alto e carro competitivo para manter Räikkönen para temporada 2014

O dono da equipe inglesa, Gerard Lopez, afirmou que não vê motivos para que o finlandês decida disputar a F1 no próximo ano por outra equipe. O dirigente afirmou que na Lotus ele tem tudo o que quer

Dono de equipe da Lotus, Gerard Lopez afirmou que está confiante em manter Kimi Räikkönen na equipe inglesa para a próxima temporada da F1. Com o contrato do finlandês terminando neste ano, o dirigente disse que o piloto se sente à vontade em Enstone – onde tem liberdade e um carro competitivo – e por isso não o vê mudando de escuderia.

“Não estou preocupado. Nós queremos que Kimi pilote para a gente no ano que vem, mas também o conhecemos bem, o que significa que não dá para forçá-lo a nada”, disse o dirigente à agência ‘Press Association. “Eu sei que ele está feliz e, neste momento, se ele tivesse que escolher para qual equipe competir, sei onde ele estaria”, declarou.

A Lotus diz que não está preocupada com o futuro de Kimi Räikkönen (Foto: Getty Images)

Embora já tenha vencido uma corrida em 2013 e ocupe a segunda colocação no Mundial, Räikkönen vem sendo constantemente especulado como substituto de Mark Webber na Red Bull. Sobre isso, Lopez reconheceu que o finlandês pode se sentir atraído por um carro campeão, mas isso é algo que a Lotus também vem lhe proporcionando.

“A principal coisa sobre Kimi é que ele naturalmente quer um carro para vencer e ele tem um conosco. Mas se puder encontrar um carro melhor em algum lugar e tiver a opção de ir para lá, então tenho certeza que ele vai considerar isso. Porém, eu sei que estamos lhe dando tudo o que precisa e, enquanto fizermos isso, ele continuará com a gente”, avaliou.

Outro problema na negociação poderia ser o salário exigido pelo campeão de 2007. Apesar disso, López afirmou que o finlandês já é um dos pilotos mais bem pago da categoria, então o aspecto financeiro não é uma dificuldade. “Eu não acho que há muitos pilotos que ganhem mais dinheiro que Kimi na F1. Com ele, você nunca senta para discutir algo específico como um novo contrato. Você apenas combina, e é isso. É uma relação diferente”, disse.

O dirigente, por fim, reconheceu que a principal arma para manter Kimi na Lotus é o ambiente da equipe, onde todos os funcionários estão dispostos a atender às sugestões do finlandês para ter um carro vencedor.

“Eu sei que parece estranho, mas não trabalhamos na nossa equipe como as outras fazem, e é por isso que Kimi se adaptou aqui. Claro que falamos com ele sobre o novo contrato, mas o mais importante é que também falamos sobre como ele se sente e como evoluir, e essas coisas automaticamente levam ao novo contrato”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube