Magnussen repete Villeneuve e Hamilton e chega ao pódio na corrida de estreia: “Não consigo acreditar”

O dinamarquês Kevin Magnussen estreou na F1 com um terceiro lugar no GP da Austrália. Com apenas 21 anos, o filho de Jan igualou o feito de Jacques Villeneuve, em 1996, e de Lewis Hamilton, em 2007

Kevin Magnussen iniciou em grande estilo sua carreira na F1. O dinamarquês de 21 anos subiu ao pódio em sua corrida de estreia, igualando o feito que apenas Jacques Villeneuve, em 1996, e Lewis Hamilton, em 2007, haviam conseguido nos últimos 43 anos.

O jovem danês teve um desempenho que lembrou muito o de Hamilton, também na Austrália, em 2007. Na ocasião, assim como neste final de semana, o estreante em questão largou na quarta posição, terminando a prova em terceiro.

Ainda em êxtase com o resultado obtido, Magnussen explicou que para ele a sensação lembrava a de uma vitória.

“Eu não consigo acreditar nisto. Não foi uma vitória, mas lembrou um pouco a sensação de ganhar”, disse.

O dinamarquês ressaltou a vontade de vencer da McLaren e o sentimento de volta por cima que o time busca em 2014.

“O time vem de uma temporada complicada, todos querem dar a volta por cima. Eu não poderia imaginar nada melhor”, afirmou.

Kevin Magnussen foi um dos grandes destaques da corrida australiana (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

O piloto danês tornou a elogiar a McLaren, reconhecendo que não deve ter sido fácil para os britânicos trabalharem com um calouro.

“Eles trabalharam muito duro no inverno. Estão com um novato que não tinha nenhuma experiência, tenho certeza de que não foi fácil para o time. Eles fizeram um grande trabalho e me deixaram muito confortável no carro”, encerrou.

Magnussen tornou-se o 23º novato na história da F1 a conquistar um lugar no pódio logo em sua primeira corrida na categoria.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube