Maldonado admite que deixar Williams “não foi uma grande decisão”, mas exalta experiência vivida na Lotus

Pastor Maldonado admitiu que trocar a Williams pela Lotus não foi a melhor das decisões que tomou na carreira, mas reconheceu que a equipe de Enstone é valente e que continua lutando para sobreviver na F1. O venezuelano também afirmou que vive uma grande experiência guiando o carro preto e dourado

Pastor Maldonado afirmou que teve de tomar uma decisão difícil ao trocar a Williams pela Lotus em 2014 e admitiu que não foi fácil acompanhar o aumento de performance da ex-equipe na F1, enquanto o time de Enstone enfrenta dificuldades para deixar o carro preto e dourada mais competitivo. 
 
O venezuelano teve na Williams por três anos, sendo que o ponto alto foi a vitória em 2012, na Espanha. A equipe, porém, amargou por todo esse processo uma fase de poucos resultados, até a transição entre 2013 e 2014, quando chamou para o lugar de Maldonado brasileiro Felipe Massa, além do contrato com a Mercedes para o fornecimento de motores.
Pastor Maldonado conversa com jornalista na chegada à pista de Marina Bay, em Cingapura (Foto: AP)
Questionado se se sentia frustrado pela situação, levando em conta também a atual condição financeira da Lotus na F1, Pastor respondeu: "Talvez frustração não seja a palavra certa."
 
"Não uma grande decisão, mas eu estou trabalhando muito com a equipe. Como um esportista, você sempre tem fome e um grande expectativa  na vida. Em algum momento, você precisa tomar decisões e, para onde quer que vá, você tem de assumir a responsabilidade. E foi isso que eu fiz", explicou o piloto, que tem acordo com a Lotus até fim de 2016.
 
"A Lotus é uma equipe fantástica, talvez não tenha todas as instalações das outras equipes, especialmente no que diz respeito ao lado econômico, mas, por outro lado, eu vem aprendendo muito junto com eles e em uma filosofia diferente. Nós não alcançamos grandes resultados, os resultados que nós esperávamos, mas tenho vivido uma grande experiência aqui, o que é ótimo", acrescentou.
 
No momento, Maldonado ocupa a 14ª colocação no Mundial de Pilotos e possui 22 pontos. A Lotus é a sexta colocada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube