Verstappen despreza derrota no Bahrein: “Se tivermos o carro mais rápido, não importa”

De acordo com Max Verstappen, o baque do Bahrein ficará facilmente no passado se a Red Bull confirmar vantagem na ordem de forças da F1

O jogo F1 2021 vem aí (Vídeo: Codemasters)

A Fórmula 1 chegou a Ímola para o GP da Emília-Romanha deste fim de semana. Nas entrevistas coletivas oficiais da FIA, no começo da tarde desta quinta-feira (15), Max Verstappen admitiu que foi um baque perder a corrida de estreia da temporada, no Bahrein. Mas foi claro: se o que se desenhou em Sakhir se tornar norma, aquele resultado não vai importar.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na corrida de abertura do campeonato, a Red Bull mostrou ritmo ligeiramente melhor que a Mercedes, mas Lewis Hamilton venceu na estratégia, defesa e limites da pista. De acordo com Verstappen, é algo que, se as mesmas condições continuarem aparecendo, não se repetirá sempre.

“Não fiquei surpreso que eles estavam tão próximos na corrida. Acredito que não fizeram uma volta perfeita na classificação, mas estão bem próximos, ainda que às vezes eles não digam isso”, afirmou.

“Foi uma oportunidade perdida, definitivamente, mas se tivermos mesmo o carro mais rápido, não vai importar, porque temos 22 corridas para terminar na frente deles. Mas veremos se é o caso. Como eu disse, aqui não é o Bahrein. Talvez tenha sido coisa de uma vez só, mas claro que espero que não seja o caso. Tenho sensação de que não será”, seguiu.

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; F1;
A derrota do Bahrein vai importar? (Foto: Divulgação/Twitter)

O piloto ainda afirmou que a Red Bull não acertou tudo na abertura do campeonato. Assim, ainda pode melhorar.

“Tivemos de lidar com alguns problemas durante a corrida, não foi uma prova tão suave. Certamente podemos mostrar mais que no Bahrein, mas, por outro lado, eles também podem”, declarou.

“Meu assoalho foi consertado antes da corrida e ficou tudo bem. Tive um problema com o diferenciador logo no começo, mas foi resolvido depois de algumas voltas. Mas foi porque eu forcei muito as rodas nas primeiras voltas. Com certeza não foi bom para os pneus, porque me senti melhor quando coloquei outro jogo de pneus para o segundo stint”, comentou.

“Depois disso, quando eu estava chegando em Lewis, fizemos mudanças no motor, o que não ajudou a velocidade máxima. Então, definitivamente poderíamos ter feito um trabalho melhor. Estou confiante que tudo estará ajustado para este fim de semana”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha as atividades do GP da Emília-Romanha AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar