Verstappen diz que F1 “teria uma chance” de realizar GP da Bélgica sem adiamento

Max Verstappen disse que "não venceu como gostaria" e que a solução para que o GP da Bélgica acontecesse normalmente seria não ter adiado a largada. No entanto, conseguiu diminuir a distância para Lewis Hamilton. Só três pontos separam ambos

Se o sábado foi caótico por conta da chuva intensa no circuito de Spa-Francorchamps, o domingo de corrida conseguiu ser ainda mais confuso. Depois de incertezas, um adiamento de mais de três horas e, enfim, relargada — que aconteceu exatamente às 13h17 (de Brasília) — atrás do safety-car, a direção de prova da FIA decidiu por fazer duas voltas, estender bandeira vermelha, encerrar a prova e dar metade dos pontos ao top-10. É a primeira vez desde o GP da Malásia de 2009 que uma corrida termina em distribuição de metade dos pontos. O resultado dessa não-corrida? Max Verstappen vencedor e sai do GP da Bélgica com 199.5 pontos, diferença de três para o líder Lewis Hamilton. Ainda assim, o holandês não ficou 100% satisfeito com o que aconteceu ao longo do dia.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Na parte da manhã e diante de condições tão extremas, a direção de prova primeiramente anunciou que o procedimento de largada para o horário previsto anteriormente, 10h (de Brasília, 15h pelo horário local). Mas a chuva recrudesceu e a escolha foi adiar o início de fato da corrida. Max Verstappen, dono da pole-position, não se mostrou satisfeito com o adiamento. O piloto mais tarde explicou que, para ele, a solução para a F1 seria começar a corrida no horário original, já que o temporal só aumentou.

“Pensando no que aconteceu, foi muito importante conseguir a pole-position. É uma pena não ter feito voltas de corrida, mas as condições da pista eram muito complicadas lá fora. Acho que se começássemos às 15h [10h no horário de Brasília] teríamos uma chance”, afirmou o piloto, em entrevista à emissora britânica Sky Sports.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

F1 define calendário 2021 com Turquia, GP de São Paulo e data reservada para Catar

GP DA BÉLGICA; SPA-FRANCORCHAMPS; CHUVA; DOMINGO;
Max Verstappen acredita que poderia vencer sob as difíceis condições deste domingo (29) em Spa (Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool)

“Tenho confiança de que poderíamos ter feito um bom trabalho naquelas condições. É um equilíbrio entre o risco e a recompensa neste trabalho. É difícil, mas poderíamos ter vencido a corrida nestas condições. Mas também poderíamos nos prejudicar”, reconheceu.

Por isso, Verstappen também diz entender a decisão da FIA [Federação Internacional do Automobilismo]: “É assim que as regras são escritas. Eles [FIA] precisam de um resultado. Não é a maneira mais agradável de obter resultados, mas era impossível [correr] pelas condições climáticas. Se alguém batesse na Eau Rouge, poderia se machucar bem feio. A aderência era extremamente baixa e o tempo não melhorou”, seguiu.

O #33 também se compadeceu pelos fãs no circuito belga, que aguardaram e assistiram por horas tudo acontecer.

“É uma vitória, mas não da forma que gostaria. Os maiores vencedores são os fãs que ficaram na chuva”, disse Verstappen. “Precisamos continuar pressionando [a Mercedes] e nos aproximando deles. Tenho certeza de que temos um bom carro e que podemos tirar o melhor proveito dele”, concluiu.

A Fórmula 1 volta a acelerar já no próximo fim de semana com o retorno do GP da Holanda, abrindo setembro no reformado circuito de Zandvoort.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar