Mercedes admite começo animador em Miami, mas quer cautela: “Não vamos nos emocionar”

Andrew Shovlin, diretor de engenharia da Mercedes, garantiu que é necessário controlar a euforia após o começo positivo em Miami

FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE A SEXTA-FEIRA EM MIAMI | Briefing

A Mercedes está viva! Ao menos nesta sexta-feira (6), primeiro dia de atividades do GP de Miami, George Russell terminou como terminou como o mais rápido do dia ao liderar o segundo treino livre no novo circuito de rua. Apesar disso, a equipe quer calma e garante: vai controlar as emoções após uma luz no fim do túnel.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
Pista de rua veloz e extravagância: o que a F1 encontra na estreia em Miami

Quem falou sobre o assunto foi Andrew Shovlin, diretor de engenharia da Mercedes. Após o treino livre que encerrou o dia – e Lewis Hamilton ficou na quarta colocação, também andando forte -, Shovlin falou sobre as expectativas com as novas peças e as surpresas com o desempenho imediato. Fica claro, porém, que nem mesmo a Mercedes entende exatamente o que funcionou tanto.

“Não vou dizer isso, mas foi um começo de fim de semana animador. Temos muitas coisas novas no carro, asa traseiras e dianteiras, por exemplo. Sempre tentamos reduzir o peso do carro – e seguimos com o sobrepeso, mas parece funcionar razoavelmente bem”, disse à emissora inglesa de TV, Sky Sports.

Hamilton se deixou animar com desempenho da Mercedes em Miami (Foto: Mercedes)
Paddockast #146: O que significa para a F1 ter Audi e Porsche em 2026?

“Em Ímola, sofremos para aquecer o carro e aqui, por outro lado, há superaquecimento. Não sei se foi isso que nos colocou na direção certa, mas não vamos nos emocionar por estarmos onde estamos. Sabemos que deveríamos ter melhorado o carro, mas ainda temos muito trabalho a fazer”, seguiu.

O porpoising – ou os quiques – representam problema bem menor na pista da Flórida. “Tem menos, porque quando mudamos de pista vemos que o nível é diferente, mas ainda não entendemos completamente o motivo. Por exemplo, em Jedá parecia pior que no Bahrein. Mas estamos construindo uma imagem mais completa e parece que funciona bastante bem aqui”, afirmou.

No fim das contas, Shovlin ainda falou um pouco das novas peças que a Mercedes apresentou.

“Temos mais carga aerodinâmica para a mesma resistência [do ar]. As asas traseiras são mais eficientes que as outras que usamos. Nos circuitos de baixa resistência, diminuímos nossas asas. Esse aqui está desenhado para a carga aerodinâmica, então ambos são úteis. São elementos mais rápidos para nos ajudar a diminuir o peso do carro”, finalizou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Miami AO VIVO E EM TEMPO REAL. No sábado, o dia começa com o TL3, marcado para as 14h (de Brasília, GMT-3). A classificação começa às 17h.

ALFA ROMEO É XODÓ DA FÓRMULA 1 NO COMEÇO DE 2022. MAS POR QUÊ?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar