Mercedes adota escolha de pneus mais conservadora para GP da China. E Ferrari opta por agressividade

As duas principais rivais optaram por caminhos bem diferentes na escolha dos pneus para a terceira etapa do campeonato na China. Enquanto a Mercedes será a mais conservadora das equipes, a Ferrari está no bolo das mais agressivas com oito jogos de pneus ultramacios, dois a mais que a adversária

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O conservadorismo da Mercedes chamou a atenção na divulgação dos jogos de pneus escolhidos por cada equipe para o GP da China. Nesta terça-feira (3), a Pirelli confirmou que os atuais tetracampeões vão com uma das estratégias mais conservadoras de todo o grid, optando por apenas seis jogos de ultramacios. A Ferrari aparece na contramão, entre as mais agressivas: os italianos terão oito jogos dos compostos mais macios disponíveis em Xangai.

 
Quem segue uma linha bem parecida com a da Mercedes para a tercira etapa do campeonato é a Force India, único time que também terá apenas seis jogos de ultramacios disponíveis. Só que os indianos ainda terão três jogos dos pneus médios – os mais duros da etapa -, enquanto Lewis Hamilton terá um e Valtteri Bottas fica com dois.
As escolhas de pneus para o GP da China (Arte: Pirelli)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Além da Ferrari, destacaram-se na agressividade a Williams, a Haas e, mais uma vez, a McLaren, que também é a mais agressiva para o final de semana do Bahrein. Os quatro times estarão com oito jogos de ultramacios na etapa chinesa.

 
Ferrari, Lance Stroll, Kevin Magnussen e Charles Leclerc vão com apenas três jogos de pneus macios na China, enquanto Hamilton aparece na outra extremidade com seis jogos. A escolha média do grid foi quatro para este tipo de composto, dois para os médios e sete para os ultramacios, exatamente as táticas de Red Bull, Renault e Marcus Ericsson.

"RIDÍCULO E LEVIANO"

AJUDA DELIBERADA DA HAAS À FERRARI? NÃO FAZ SENTIDO ALGUM

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube