Mercedes diz que Bottas mudou visão sobre rivalidade interna e admite: parceria saudável foi crucial para vitória

De acordo com Toto Wolff, a melhor relação entre Valtteri Bottas e Lewis Hamilton foi o ponto crucial para a vitória da Mercedes em 2017. O austríaco admitiu que mudou sua forma de ver a rivalidade entre companheiros de equipe e acha que a harmonia é a chave para o sucesso

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A escolha de Valtteri Bottas para o lugar de Nico Rosberg mudou a opinião da Mercedes sobre rivalidades internas e relacionamentos entre companheiros de equipe, de acordo com Toto Wolff, chefão da esquadra alemã. O austríaco fez uma reflexão sobre a saída repentina de Rosberg, que decidira se aposentar do esporte logo após a conquista do título mundial de 2016, e o trabalho que o time teve em encontrar um substituto que pudesse manter o nível de competitividade da marca.

 
A Mercedes enfrentou dificuldades para lidar com as disputas travadas entre Lewis Hamilton e Rosberg ao longo de três temporadas, depois que passou a dominar a F1. A relação entre os dois pilotos foi se deteriorando à medida que a batalha entre eles ficava mais acirrada. Daí que a equipe precisou enfrentar diversas controvérsias, que envolveram desempenho de motor, estratégia, colisões de pista e até mesmo uma mudança no grupo de mecânicos. Apesar dos problemas, a equipe prateada sempre defendeu a igualdade de condições e entendia que a extrema rivalidade da dupla era um ponto positivo em termos de performance, mas admitiu que o ambiente dentro do time acabou bastante comprometido.
Toto Wolff ao lado de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas (Foto: Reprodução)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Depois de vencer o quarto título no ano passado, Hamilton creditou o clima de harmonia dentro da esquadra em grande parte ao sucesso do campeonato e também à relação mais saudável com Bottas. Wolff concordou com o inglês e foi além. O austríaco entende que a paz entre os dois companheiros de equipe foi crucial para derrotar a Ferrari.

 
"Nico nos colocou de frente a um destino complicado. Não houve qualquer discussão sobre a aposentadoria. E foi difícil encontrar o piloto certo, mas nós nos demos algum tempo para decidir e, eventualmente, acho que temos o cara certo na equipe", afirmou o dirigente em entrevista à revista inglesa 'Autosport'.
 
"No passado, eu acreditava que uma rivalidade muito feroz entre companheiros de equipe seria algo bom para o time, porque um pressionaria o outro. A lição que aprendi é que provavelmente isso não é verdade. Você precisa de dois companheiros que atuem em um nível alto e que ajudem no desenvolvimento do carro, mas a rivalidade não deve espalhar controvérsias fora do carro", completou.
 
Por isso, Wolff entende que a dupla Hamilton-Bottas deu tão certo. "A mentalidade e a relação entre os dois nos tornaram mais fortes, tivemos um ambiente mais aberto e honesto. O nosso carro era rápido, mas muito difícil. Só que os dois trabalharam bem juntos e conseguimos terminar o ano em uma grande posição."
 
"A dinâmica entre Valtteri e Lewis nos fez desenvolver o carro de forma eficiente e vencer os dois campeonatos, por isso não me arrependo de nada", concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube