Mercedes se vê mais próxima de Ferrari e Red Bull: “Não contamos mais com abandonos”

A pole-position de George Russell na Hungria e o pódio duplo na corrida mostraram que a Mercedes progrediu bastante e está cada vez mais próxima das líderes, na visão de Andrew Shovlin

A Mercedes viveu na Hungria o seu melhor fim de semana na temporada 2022 da Fórmula 1: pole-position de George Russell e mais um pódio duplo, com Lewis Hamilton terminando em segundo e o #63 fechando em terceiro. Um desempenho sólido, mas que representou um passo muito importante, na visão de Andrew Shovlin, afinal, a equipe alemã não precisou ver um carro à sua frente abandonar para cruzar a linha de chegada nas primeiras posições.

Desde o começo da prova em Hungaroring, a Mercedes mostrou um ritmo forte, tanto que Hamilton conseguiu pular de sétimo para o segundo lugar com boas ultrapassagens, além do bom desempenho do W13 com os pneus macios na parte final. O heptacampeão ainda assinalou a melhor volta mais uma vez no ano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

George Russell conquistou a primeira pole-position da carreira na Hungria (Foto: F1)

“Bom, há mais por vir”, disse o diretor de engenharia de pista no canal oficial da Mercedes no YouTube. “Estamos em busca de mais algum desempenho em Spa, portanto esperamos fechar essa lacuna [para as equipes da frente]. Não temos muito para onde ir agora. Mas ainda vamos continuar o desenvolvimento do carro por um tempo”, salientou.

“Esta última corrida foi particularmente satisfatória, porque não ficamos contando com a infelicidade de alguém à nossa frente abandonar por problemas de confiabilidade. O ritmo do carro também estava muito bom, e é sempre bom fazer uma boa corrida antes das férias”, completou Shovlin, que disse ainda que as últimas corridas da temporada foram “as mais divertidas do ano”.

A próxima etapa do calendário acontece no dia 28 de agosto, na tradicional pista de Spa-Francorchamps. O engenheiro ainda vê Ferrari e Red Bull em vantagem, mas ressaltou que o foco da Mercedes é voltar a vencer, e o time de Brackley não vai descansar enquanto não atingir esse objetivo.

“Estamos bastante empolgados, as últimas corridas foram as mais divertidas do ano e esperamos dar esse passo extra porque, definitivamente, queremos vencer corridas num futuro próximo, portanto estamos trabalhando duro em busca disso”, disse.

“Temos muito terreno para recuperar desde o início do ano. Temos trabalhado arduamente tentando levar para cada corrida pequenas mudanças, e é realmente gratificante ver que estamos correndo com as Ferrari e os Red Bull na frente”, finalizou Shovlin.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar