F1

“Mereço ficar”: Bottas faz campanha para seguir na Mercedes, mas olha para Ferrari

Depois de ter vivido um GP da Inglaterra frustrante, mas com elogios do chefe Toto Wolff, Valtteri Bottas entende que faz por merecer ter seu contrato renovado. Mas começa a olhar para fora da Mercedes caso não continue. Nesse sentido, o finlandês foi claro: gostaria de defender a Ferrari

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Com a chegada do verão europeu, também chega a fase de definição das duplas das principais equipes da Fórmula 1 para a próxima temporada. E a Mercedes segue com o cenário indefinido em relação à vaga ocupada atualmente por Valtteri Bottas. Enquanto Lewis Hamilton tem seu contrato assinado até o fim de 2020, o finlandês busca garantir a renovação de contrato por mais um ano. O finlandês se coloca como maior cabo eleitoral para tentar convencer Toto Wolff.
 
O chefe da Mercedes elogiou o trabalho feito por Bottas depois de o nórdico ter se mostrado frustrado pelo resultado do GP da Inglaterra do último domingo (14). Valtteri largou na pole e esteve na frente até a entrada do safety-car. Daí em diante, Hamilton tomou a ponta e seguiu até o fim da corrida na frente para vencer em Silverstone. Mas Wolff exaltou a performance de Bottas e sinalizou de forma positiva quanto à renovação do contrato para 2020.
Valtteri Bottas faz campanha para continuar na Mercedes em 2020 (Foto: Mercedes)
Valtteri concorre diretamente pela vaga com Esteban Ocon, reserva imediato da Mercedes e presença constante nos boxes da escuderia de Brackley ao longo da temporada.
 
Já o piloto, em entrevista à emissora francesa Canal Plus, ressaltou o quão difícil é ter um companheiro de equipe como o pentacampeão e que, não fosse pela presença de Hamilton na Mercedes, Bottas teria uma campanha de mais sucesso em 2019.
 
“Se não fosse Lewis, talvez tivesse vencido mais corridas. Mas, para ser sincero, não mudaria nada, porque a situação me ajuda a progredir e conseguir mais. Quero desafiá-lo”, afirmou.
 
Em seguida, o piloto foi claro ao fazer campanha pela renovação de contrato. “Gostaria de estender o contrato para a próxima temporada. “Acho que provei para a equipe que mereço ficar na Mercedes. Mas teremos de esperar mais algumas corridas. Nada foi assinado ainda, mas estou tentando seguir evoluindo para que tudo esteja bem”, complementou.
 
Por fim, ao ser questionado sobre uma possível saída da equipe prateada, Bottas já sabe onde quer correr. “Se tiver de deixar a Mercedes, então gostaria de estar na equipe que está em segundo lugar. No momento, é a Ferrari”, completou.
 
O nome de Bottas já foi cogitado na Ferrari em 2015, quando a escuderia de Maranello se mostrou em dúvida sobre a permanência de Kimi Räikkönen e Valtteri se mostrava em grande forma na Williams. No fim das contas, o time italiano optou por manter o ‘Homem de Gelo’, que só deixou a Ferrari ao final do ano passado, enquanto Bottas continuou na Williams até 2016, quando foi contratado pela Mercedes para substituir o campeão Nico Rosberg, que deixou a categoria.

Paddockast #24
A BATALHA: Indy x MotoGP


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.