F1

Merhi cita “carros piores”, mas vê novatos Russell e Norris “melhores que Albon” na F1 em 2019

O piloto espanhol fez a pole position nas 500 Milhas de Kart da Granja Viana e, em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, traçou um paralelo entre os três novos pilotos que subiram da F2 para a F1 no ano que vem.
Warm Up, de Cotia / GUILHERME BLOISI, da Granja Viana / NATHALIA DE VIVO, da Granja Viana
 Merhi sofreu desclassificação da corrida deste sábado (Foto: Reprodução)
Roberto Merhi fez uma temporada de altos e baixos na F2 e teve sua chance de correr na Fórmula 1 no ano de 2015 pela Marussia. Portanto, sentiu na pele o que é ser um novato da categoria e qual o peso e pressão que um piloto sente ao atingir este status.
 
Mais do que isso, ele bateu roda durante toda a temporada com os três novatos que subiram esse ano para a maior categoria do automobilismo mundial: os britânicos George Russell, campeão em 2018 e anunciado pela Williams; e Lando Norris, vice-campeão e que correrá pela Mclaren; e o tailandês Alexander Albon, terceiro colocado na categoria e que defenderá a Toro Rosso.
 
Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, o espanhol, que surpreendeu na tarde de sábado (01) e cravou a pole position das 500 Milhas de Kart pela G-Drive, traçou um paralelo de comparação entre os três pilotos da categoria.
Roberto Merhi cravou a pole pela G-Drive (Foto: José Mario Dias)
Merhi rasgou elogios ao campeão Russell, mas tem os pés no chão para as dificuldades que o britânico vai enfrentar. “O Russell fez uma temporada muito forte esse ano na F2, mas ele vai para o pior carro do grid no momento que é a Williams. Terá dificuldades por conta disso, mas acredito que ele vai evoluir muito trabalhando com o Kubica, são dois excelentes pilotos”, afirma.
 
Sobre Norris, as afirmações são bem parecidas com o campeão da F2. “Ele (Norris) foi para a Mclaren que, no atual cenário da F1, está melhor somente que a Williams. É difícil saber como ele vai se desenvolver, mas na minha opinião, ele é um piloto melhor que o (Alexander) Albon”.
 
Em relação a Albon, Merhi afirma que a Toro Rosso oferece um carro melhor que para os dois primeiros, assim, a margem de evolução, no início, tende a ser melhor, mas tem uma opinião forte sobre quem será melhor em 2019. “Eles têm um bom carro e tem o suporte da Red Bull, que no atual cenário da Fórmula 1, é bem importante para 2019. Albon tem a melhor equipe mas acredito que, no futuro, Russell e Norris serão melhores que ele”, completou.
 
Neste domingo, Roberto Merhi larga na frente nas 500 Milhas de Kart, maratona de 12 horas que acontece a partir das 12h30 (horário de Brasília) na Granja Viana. Você acompanha tudo da corrida e do desempenho da Scuderia Stratum GP pelo GRANDE PRÊMIO.