Montezemolo diz que é “muito cedo” para ter Pérez em 2013 e pensa em ter Vettel na Ferrari

Luca di Montezemolo descartou Sergio Pérez em sua equipe para o ano que vem. O presidente da Ferrari acredita que o mexicano precisa de mais experiência para sentar no carro vermelho e diz que o mais preparado para isso no grid é Sebastian Vettel

Sergio Pérez não está pronto para a Ferrari. A avaliação foi feita pelo presidente da escuderia, Luca di Montezemolo, em entrevista à Sky Sports nesta quarta (12), que praticamente pôs fim às esperanças de o mexicano ocupar a vaga de companheiro de Fernando Alonso em 2013 e mantém as de Felipe Massa renovar por mais um ano.

Mesmo com três pódios em 2013 — dois segundos lugares — e aparições que corroboram o talento de Pérez, Montezemolo alegou que o piloto da Sauber ainda não está maduro para se sentar em um carro de Maranello. “Na próxima temporada é cedo demais”, disse o dirigente. “Estou muito satisfeito por ele porque mostra que nossa escolha quando o pegamos como jovem piloto foi certa”, acrescentou.

Montezemolo diz que Vettel é um bom nome para ser piloto da Ferrari (Foto: Ferrari/ Ercole Colombo)

Pérez tem 65 pontos na tabela, 35 a mais que seu companheiro, Kamui Kobayashi, e 17 à frente de Massa. É piloto da Academia da Ferrari, e ontem mesmo participou de testes no simulador da equipe italiana, depois do segundo lugar no GP da Itália. “Pôr um jovem no cockpit da Ferrari, com a pressão da Ferrari, precisa de mais experiência”, explicou.

Ainda, Montezemolo sugeriu que o time pode ir atrás do atual bicampeão da F1. “Eu acho que Vettel está mais ou menos na condição de quando Michael estava na Benetton”, declarou o presidente, referindo-se a Schumacher, que conquistou dois títulos pela equipe de Flavio Briatore em 1994 e 1995 e no ano seguinte assinou com a Ferrari. “Ele é jovem, é muito bom piloto e está ganhando uma boa experiência, então se você me perguntar um nome, eu digo o dele”, completou.

Vettel tem contrato com a Red Bull até o fim de 2014.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube