Mulher de Schumacher gasta R$ 37,6 milhões em quarto hospitalar para levar ex-piloto para casa, diz jornal

De acordo com o jornal inglês ‘The Sun’, Corinna Schumacher gastou R$ 37,6 milhões para transformar um dos quartos da casa da casa da família em uma unidade hospitalar. Meta é levar o ex-piloto para casa

icone_warmup Reportagem exclusiva na REVISTA WARM UP:
A vida por um fio – o que será de Schumacher?

Três meses após o grave acidente sofrido nos Alpes Franceses, Michael Schumacher segue desacordado no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França. De acordo com o jornal britânico ‘The Sun’, entretanto, a esposa do ex-piloto, Corinna, se prepara para levá-lo para casa.

 
Segundo a publicação inglesa, Corinna investiu £ 10 milhões (cerca de R$ 37,6 milhões) para construir um quarto hospitalar totalmente equipado para receber Michael na casa da família na Suíça.

Corinna Schumacher, mulher de Michael Schumacher, segue esperando por um milagre (Foto: Reuters)
As imagens da carreira de Michael Schumacher

Um amigo da família – não identificado pelo jornal – afirmou que os parentes de Schumacher estão tomando as providências necessárias para receber o ex-piloto considerando que ele ficará permanentemente imobilizado e em estado vegetativo.

 
“Milagres acontecem, claro, e como um homem rico, ele está recebendo o melhor tratamento que o dinheiro pode pagar”, disse a fonte do jornal. “Mas nem todo o dinheiro do mundo pode consertar o que aconteceu com ele. A família está tomando providências para um futuro de imobilidade permanente”, explicou. 
 
“Existe um senso de negação entre eles? Eu diria que sim”, completou.
 
Segundo o jornal, a família Schumacher encara diariamente uma viagem de mais de 240 km entre a residência na Suíça e o CHU de Grénoble, onde passam mais de 10h ao lado de Michael rezando por sua recuperação. 
 
Ainda de acordo com a publicação britânica, a fortuna de Schumacher é estimada em £ 500 milhões (aproximadamente R$ 1,8 bilhão), e está investida em um rancho no Texas, Estados Unidos, onde Corinna cria cavalos, além de apartamentos e chalés em estações de esqui, como o de Méribel, onde a família estava no dia do acidente.

As lesões de Schumacher (Arte: Rodrigo Berton)

De acordo com a fonte ouvida pela publicação, Corinna está disposta a gastar a fortuna da família com médicos, fisioterapeutas, massagistas, enfermeiros, nutricionista e neurologistas, pois acredita que perder a esperança de vê-lo se recuperar seria uma traição ao homem que conheceu em 1991.

 
“Ela vê a perda da fé e da esperança em um milagre como uma traição, pouco melhor que uma traição”, disse a fonte do jornal. “Ela sente que a presença da família ao lado da cama dele mostra a esperança e o amor por ele, assim como o de milhares de fãs ao redor do mundo que compartilham dessa fé”, seguiu.
 
“Ela não consegue expressar derrota, pois este seria o fim dela”, completou.
 
Siga o GRANDE PRÊMIO                     Curta o GRANDE PRÊMIO

GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: mostre que você sabe tudo de F1
neste bolão e faça agora suas apostas para o GP do Bahrein


GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube