Na Austrália, chefe da Renault destaca confiabilidade da Red Bull e avalia: “O início foi encorajador”

Rémi Taffin, chefe da Renault, destacou a confiabilidade da Red Bull no primeiro dia de treinos para o GP da Austrália e avaliou o início dos trabalhos em Melbourne como encorajador. Dirigente explicou problemas de Caterham e Lotus e falou em compensar tempo de pista perdido nesta sexta-feira

A cobertura completa do GP da Austrália no GRANDE PRÊMIO
As imagens da sexta-feira da F1 na Austrália
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Depois de uma pré-temporada para lá de problemática, a Renault completa o primeiro dia de treinos para o GP da Austrália de F1 vendo resultados encorajadores. Ao longo dos 180 minutos de exercícios realizados nesta sexta-feira (14), carros equipados com os motores franceses completaram 260 voltas, superando a marca de 1300 km. 
 
Após os treinos, Rémi Taffin, chefe da Renault, explicou que a meta para este primeiro dia em Melbourne era rodar o máximo possível, o que a fábrica conseguiu com apenas duas das quatro equipes clientes.
Taffin fez uma avaliação positiva do primeiro dia de testes na Austrália (Foto: Getty Images)
“Nossa meta era rodar o máximo possível para ampliar nosso banco de informações”, contou Taffin. “Nós conseguimos isso com alguns times, mas ficamos aquém com outros”, comentou o dirigente.
 
Taffin afirmou que a confiabilidade da Red Bull – que viu Sebastian Vettel anotar o quarto tempo e Daniel Ricciardo estabelecer a sexta melhor volta – é encorajadora, assim como o número de voltas completadas pelos pilotos da Toro Rosso – 65 para Jean-Éric Vergne e 63 para Daniil Kvyat.
 
“Ficamos claramente estimulados com a confiabilidade da Red Bull e os tempos registrados nas duas sessões, tanto com Daniel, que completou mais do que a distância da corrida, e com Sebastian, que chegou perto”, apontou Rémi. “Do mesmo modo, a Toro Rosso conseguiu completar mais voltas do que qualquer outro time no primeiro treino livre e o ritmo era forte. No segundo treino, mais uma vez, eles rodaram bem e apesar de ainda termos um longo caminho para melhorar a dirigibilidade e a gestão de energia, o início do fim de semana foi bom”, ponderou. 
 
Apesar da satisfação com o desempenho de Red Bull e Toro Rosso, a Renault não tem apenas motivos para celebrar nesta sexta, uma vez que Caterham e Lotus enfrentaram muitos problemas.
 
“Infelizmente, Caterham e Lotus não conseguiram completar tantas voltas. Kamui Kobayashi teve um problema com o sistema de combustível no primeiro treino e Marcus Ericsson teve uma falha elétrica, o que exigiu a troca da bateria e da MGU-K (Unidade Geradora Motor – Cinética). Os dois problemas levaram tempo para serem resolvidos, por conta da complexidade da unidade de força de 2014, o que custou um valioso tempo de pista”, explicou Taffin. “Aí, na segunda sessão, Marcus teve um problema hidráulico e, de novo, perdemos voltas. Embora pareça um conforto frio, cada questão é relativamente simples – só não é simples corrigir”, continuou. 
 
“A Lotus também teve problemas que levaram a falhas nos sistemas do motor, com o carro de Pastor tendo que trocar a bateria e as duas MGU. Dada a falta de quilometragem no inverno, isso, obviamente, não foi o ideal e vamos trabalhar com o time para compensar o tempo perdido amanhã”, declarou.
 
“No geral, nós aprendemos bastante hoje e vamos olhar para tudo detalhadamente para melhorar em todas as áreas amanhã, mas o início, de forma geral, foi encorajador”, concluiu Rémi.
LEITOR DO GRANDE PRÊMIO TEM PREÇO ESPECIAL: viaje para Mônaco e acompanhe o GP mais tradicional do Mundial da F1 com a AMK VIAGENS. Veja aqui

Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa <a href=F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104" src="https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc3/t1/s843x403/1239391_634676119915289_405699877_n.jpg" style="background-color: transparent;border: none;margin: 0px;padding: 0px;vertical-align: baseline;height: 215px;width: 580px;background-position: initial initial"/>

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube