Latifi critica falta de clareza em punições na F1 e elogia novo ‘VAR’ da FIA

Na pré-temporada da Fórmula 1 em Barcelona, pilotos como Nicholas Latifi, Sergio Pérez e Daniel Ricciardo repercutiram as recentes mudanças na estrutura da direção de prova da FIA

FÓRMULA 1 2022: HAMILTON NO ATAQUE + O QUE VEM POR AÍ NA PRÉ-TEMPORADA | Paddock GP #275

Depois de toda a polêmica que tomou conta do GP de Abu Dhabi do ano passado, que marcou o encerramento do campeonato e a conquista do título mundial da F1 por parte de Max Verstappen, a FIA decidiu alterar a estrutura de sua direção de prova e inclusive removeu Michael Masi do posto. Agora, Niels Wittich e Eduardo Freitas vão se alternar entre os finais de semana, com direito a apoio de Herbie Blash, agora conselheiro-sênior permanente. Além disso, os diretores terão uma espécie de ‘VAR’ para que sejam auxiliados com vídeos de maneira rápida.

E como não poderia deixar de ser, os pilotos repercutiram as mudanças já na pré-temporada da Fórmula 1, em Barcelona. Nicholas Latifi, da Williams, foi diretamente envolvido na polêmica ao bater no muro e causar a entrada do safety-car, o que alterou drasticamente o andamento da corrida. O canadense reconheceu que nem sempre os parâmetros para as decisões foram os mesmos, o que dificultava o entendimento dos pilotos.

“Ano passado ficou claro que, com certas ações de corrida, alguns pilotos agiram de maneira que nem sempre foi visto com consistência. Às vezes os pilotos escapam de uma punição por empurrar outro para fora da pista, às vezes tinha punição”, disse. “Agora que temos mudanças na direção de prova, feitas pela FIA, e medidas como essa assistência virtual ao diretor de prova, o processo pode melhorar e a consistência também. Aí, espero que fique claro logo o que pode ou não ser feito com relação a tirar outro piloto da pista e todas as outras coisas”, afirmou Latifi.

Sergio Pérez segurou Lewis Hamilton em batalha emocionante em Abu Dhabi para ajudar Verstappen (Foto: Lars Baron/Getty Images)

+ LEIA MAIS
— Chefe da Mercedes explica resistência sobre Andretti na F1: “Não é só pagar a taxa”

Sergio Pérez, companheiro de Verstappen na Red Bull e figura importante na conquista do título do holandês, evitou tecer grandes críticas sobre a direção de prova comandada por Masi. ‘Checo’ comparou a situação da F1 ao futebol, e enxerga um número maior de possibilidades no automobilismo — com menos ‘preto no branco’.

“A F1 não é como o futebol, onde todo incidente tem resposta clara. Aqui não é assim”, ressaltou. “Os comissários tomam decisões, mas creio que, contanto que tenhamos mais consistência nas corridas, sempre teremos de apoiar o diretor de prova e os comissários. Isso também é importante, cria certo grau constante de discussão, mas nunca é tão claro”, destacou o mexicano.

Outro a opinar sobre a mudança efetuada pela FIA foi Daniel Ricciardo, companheiro de Lando Norris na McLaren. O australiano pediu por mais consistência nas decisões, com menos polêmica no momento de declarar as punições. Para ele, nem os próprios pilotos conseguem entrar em consenso sobre movimentos permitidos ou não.

Daniel Ricciardo quer mais consistência nas decisões da F1 (Foto: McLaren)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Nunca é tão fácil, porque todos nós pilotos temos nossas próprias linhas a seguir sobre o jeito certo de correr, o que é forçar outro para fora e o que não”, disse. “Mesmo entre nós não é fácil e não há consenso, então o que gostaríamos é de um pouco mais de consistência e de entender as coisas”, explicou.

Por fim, foi a vez do novato da F1 opinar. Único estreante na categoria em 2022 e primeiro chinês da história, Guanyu Zhou seguiu na mesma linha de Ricciardo e pediu por ‘consistência’ nas decisões da direção de prova, mas concordou com Pérez sobre a gama maior de interpretações no automobilismo.

“Em geral, o esporte a motor pede consistência nas decisões”, concordou. “Nunca é fácil tomar as decisões, porque sempre existem nuances para cada ocasião, mas precisamos dessa consistência”, encerrou.

GRANDE PRÊMIO cobre in loco a primeira semana de testes da Fórmula 1 no Circuito de Barcelona-Catalunha com Eric Calduch. Além disso, o GP acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar