Mazepin continua de onde parou no Bahrein, roda e bate no fim do TL1 em Ímola

Após várias rodadas na abertura da temporada da Fórmula 1, Mazepin repetiu a dose na primeira atividade do GP da Emília-Romanha

Nikita Mazepin bate carro da Haas no primeiro treino livre do GP da Emília-Romanha (Vídeo: F1)

Após uma sequência impressionante de batidas na estreia pela Fórmula 1, no Bahrein, Nikita Mazepin protagonizou mais um show de horrores na manhã desta sexta-feira (16), durante o primeiro treino livre para o GP da Emília-Romanha. Rodou mais duas vezes e bateu na segunda.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O piloto da Haas começou com uma rodada ainda nos primeiros dez minutos de treino, quando saiu perto da entrada do pit-lane e ficou na horizontal na brita. Por sorte, conseguiu sair e voltar ao traçado normalmente.

Até aí, nada muito anormal, visto que pilotos como Sergio Pérez, Yuki Tsunoda e Max Verstappen, também visitaram a brita em diferentes momentos do TL1. Acontece que Mazepin voltou a carga. Após o fim da sessão, já com bandeira quadriculada, escapou de traseira no fim da penúltima curva, tocou a brita, rodou e acabou tocando com o lado esquerdo do carro no muro. O detalhe é que a curva era para a direita.

Com tudo isso na entrada do pit-lane, terminou de vez as ações da primeira atividade de pista do fim de semana. Caso siga nessa toada, vai ser difícil que se livre do apelido criado pelo público: MazeSpin, fazendo um trocadilho de seu sobrenome com a palavra ‘spin’ – ‘rodar’, em tradução livre.

Mzepin terminou o TL1 na 18ª colocação. O TL2 começa às 9h30 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube